População faz abaixo assinado contra a redução da área de proteção da Escarpa Devoniana - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Projeto de Lei 527/2016

População faz abaixo assinado contra a redução da área de proteção da Escarpa Devoniana

Um projeto de Lei (PL 527/2016) de autoria dos deputados Plauto Miró (DEM), Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Cláudio Romanelli (PMDB) quer acabar com mais de 2,6 bilhões de metros quadrados de área protegida.

Fonte: Redação

O objetivo do Projeto de Lei 527/2016 é liberar toda esta área, de forma irrestrita, para o plantio de pinus, mineração, instalação de aterros, indústrias poluidoras e usinas hidrelétricas, plantio de soja, e outros usos. Isso irá causar o aniquilamento da fauna e flora, supressão da geodiversidade, comprometimento de belezas naturais, proporcionando risco de destruição de mananciais de água superficiais e subterrâneas da região dos Campos Gerais do Paraná.
 
Por conta da proposta, considerada absurda por 22 instituições de pesquisa e proteção ambiental, está correndo uma petição on line para impedir a proposta:
 
 
VOCÊ SABIA?
 
A Escarpa Devoniana é o limite natural entre o Primeiro e Segundo Planalto paranaense e abrange diversas paisagens de grande beleza cênica. Há, no entanto, muito desconhecimento sobre a região, por isso elaboramos diversos pontos que pesam a favor da conservação da região. Você sabia?
 
:: Que a APA (Área de Proteção Ambiental) da Escarpa Devoniana foi criada por decreto estadual em 1992 com o objetivo de proteger a escarpa que separa o Planalto de Curitiba do Planalto de Ponta Grossa e os Campos Gerais que se situam no reverso imediato da escarpa?
 
:: Que pelo decreto a APA tem extensão de quase 3.930 km² distribuídos por doze municípios do Paraná, sendo a maior unidade de conservação do Estado?
 
:: Que a finalidade da APA é proteger relevos excepcionais e a fauna e flora que eles abrigam, e que a riqueza e singularidade destes elementos fez com que a UNESCO e o IBAMA classificassem a área como prioritária para conservação da natureza pela sua relevância para o Brasil e para o planeta?
 
:: Que a vegetação de campos nativos dos Campos Gerais é uma relíquia milenar, da época das glaciações e que sua existência na área só é possível graças às particularidades da geologia, do relevo, dos solos e do clima?
 
:: Que as rochas que ocorrem na região constituem um importante aquífero regional, cuja água abastece muitos poços tubulares profundos e alimenta nascentes, arroios e rios durante as estiagens?
 
:: Que a natureza preservada na APA realiza muitos serviços ambientais, tais como equilíbrio no ciclo hidrológico, nos mananciais e no clima, equilíbrio na comunidade biológica incluindo o controle natural de pragas, preservação de agentes polinizadores, preservação do patrimônio genético com futuras aplicações em medicamentos, fibras, resinas e outros produtos, e que estes serviços são essenciais inclusive para a preservação da produtividade dos empreendimentos rurais?
 
:: Que além dos serviços ambientais a APA abrange locais de beleza e valor afetivo únicos, que propiciam muitas atividades de lazer, esportes e turismo na natureza?
 
:: Que a APA é uma unidade de conservação sustentável, isto é, nela podem conviver natureza e atividades produtivas, desde que estas estejam harmonizadas com a proteção do ambiente, o que é regulamentado pelo plano de manejo?
 
:: Que um pequeno grupo de ruralistas, mineradores e deputados com eles identificados está apoiando projeto de lei que prevê redução de 70% da área da APA argumentando que é necessário ampliar suas áreas de atuação? E que em Ponta Grossa esta redução é de 96%? 
 
:: Que quem se beneficia com a APA e seus serviços ambientais é toda a comunidade, enquanto quem se beneficiaria com a sua redução seriam uns poucos proprietários rurais?
 



Publicidade:


Serviços Especializados


LOJA ALTAMONTANHA

Publicidade

Publicidade