Escaladores querem a reativação de escalada nas pedreiras que viraram parques em Curitiba - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Projeto de Goura Nataraj

Escaladores querem a reativação de escalada nas pedreiras que viraram parques em Curitiba

Na cidade de Curitiba PR, diversas pedreiras desativadas viraram parques na década de 1990 e as escaladas proibidas nestes locais desde então. Com apoio de um vereador, projeto pretende reaver a escalada nestes locais.

Fonte: Redação

Pedreiras desativadas em áreas urbanas sempre são problemas por serem zonas ambientalmente e socialmente degradadas. Para resolver o problema destas áreas "inúteis" no meio das cidades, na década de 1990, a prefeitura de Curitiba investiu na transformação destes espaços em áreas publicas de lazer através de interesssantes projetos urbanísticos.
 
Por trás destes projetos, houve muito pressão e participação de escaladores, que frequentavam estas pedreiras desativadas quando ainda eram zonas degradadas e sonhavam que estes locais virassem parques, para que pudessem desempenhar suas atividades com segurança. Ao invés disso acontecer, as pedreiras foram uma a uma fechadas para escaladores na medida em que elas viraram parques, numa grande ironia, pois quem mais apoiou os esforços de revitalização destes espaços, foram os primeiros a serem impedidos de utiliza-los.
 
Isso aconteceu sucessivas vezes, como na Pedreira Paulo Leminski, na Ópera de Arame, Parque Tanguá e Unilivre. Todas eram pedreiras abandonadas que viraram parques. Se tornaram locais agradáveis após a revitalização, mas suas paredes, cheias de vias de escalada, não podem ser utilizadas.
 
Após anos tentando reaver a escalada nos parques, enfim um vereador decidiu apoiar a idéia e levar a demanda dos montanhistas na camara dos vereadores. Goura Nataraj do PDT, foi o autor da Proposição N° 044.11740.2017 que prevê um estudo da viabilidade do retorno da escalada nos parques curitibanos.
 
Nataraj, conhecedor da cultura do montanhismo que existe na capital paranaense, uma das mais fortes do país, acredita ser possível a devolução das pedreiras aos escaladores. No entanto há muitos desafios burocráticos para que isso ocorra.
 
Pedreiras sendo utilizadas como parques e com vias de escalada são comuns no mundo inteiro. No Brasil, o único exemplo de uma pedreira que foi revitalizada com este objetivo é a Pedreira do Abraão em Florianópolis. Porém há diversas pedreiras que são utilizadas com peste propósito, porém sem o apoio do poder público, em cidades como Campinas (SP), Mairiporã (SP), São Roque (SP), Belo Horizonte (MG), Londrina (PR), Guarapuava (PR), Blumenau (SC), apenas para citar alguns exemplos.

Publicidade