Italianos sobreviventes no Aconcagua deixaram Mendoza hoje - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Tragédia no Aconcagua

Italianos sobreviventes no Aconcagua deixaram Mendoza hoje

Depois de terem estado vários dias perdidos no cerro Aconcagua, os três andinistas italianos que sobreviveram na expedição na qual um compatriota e o guia mendocino Federico Campanini perderam a vida, os montanhistas deixam a provincia já recuperados fisicamente.

Fonte: Diario Ciudadano - Mendoza

Os três estiveram mais de uma semana internados no Hospital Italiano, aonde lhes foi prestada atenção médica, e após o quadro ter se estabilizado, hoje foi dada alta médica para que continuem em seu país de origem com o tratamento médico pertinente devido às lesões por congelamento que sofreram nos dedos dos pés e mãos.

Do centro assistencial informaram durante o fim de semana que Matteo Refigerato, Mirko Affasio e Marina Attanasio, receberam alta nas primeiras horas da manhã de hoje e realizariam o regresso à Itália.

Depois de realizar os trâmites necessários, os andinistas tomaram um vôo rumo a Buenos Aires, de onde partirão para Roma em um vôo pago pelo Governo de Mendoza.

Eles e a andinista que abandonou a expedição antes de fazer cume, Antonella Tanga, destacaram o trabalho “heróico” da patrulha de resgate que os tirou do cerro.

O consul da Itália em Mendoza, Prieto Tombaccini, afirmou a intenção da família de Elena Zenín, a jovem que morreu no cerro, de enviar ajuda econômica para construir um refúgio no Aconcagua, em agradecimento e recordação.

Fonte: Diario Ciudadano - Mendoza

Publicidade:


Publicidade

Publicidade