A escalada que vem do clube

0

Nesta última etapa do campeonato brasileiro e Brasil Open de escalada muitos dos destaques foram escaladores formados no Clube Paranaense de Montanhismo. Como o CPM formou os escaladores no passado e ainda luta para ter escaladores em seu quadro de sócios.

Poucas pessoas sabem, mas o Clube Paranaense de Montanhismo já teve em seu quadro de sócios um campeão brasileiro de escalada. Trata-se de André Berezoski, o Belê, hoje gerente da Casa de Pedra, um dos maiores e mais famosos ginásio de escalada do Brasil, localizado&nbsp,em São Paulo.


Berezovski começou a escalar quando era sócio do CPM, há cerca de 15 anos. Na época ele fez curso com o também conhecido e consagrado escalador Julio Nogueira, o “Julinho”.

&nbsp,

A escalada no CPM sempre foi um dos pontos fortes do clube desde sua fundação em 1978, por escaladores. O quadro inicial do clube tinha como sócio fundador nada mais nada menos que Bito Meyer, um dos maiores conquistadores de vias do Brasil, e um dos primeiros escaladores brasileiros a escalar na Patagônia e em Yosemite nos EUA.

&nbsp,

Além de Bito Meyer, outros escaladores de aventura fizeram parte do clube, como Chiquinho Hartmann, Chicão,&nbsp,Nativo e Cintia Adriane, editora do informativo Fator 2 que hoje mora no Rio de Janeiro.

&nbsp,

Na escalada esportiva, o casal Marilene Lima (campeã paranaense de escalada e vice campeã brasileira) e Adriano Bugio estiveram à frente do clube por muito tempo, incentivando a escalada e promovendo cursos. Aliás, nesta última etapa do brasileiro, Mari terminou em primeiro!

&nbsp,

Futuro

&nbsp,

Além dos nomes do passado, hoje há novos talentos no Clube. O campeão paranaense iniciante deste ano, Luan Wagner, é do CPM e o vice campeão na categoria Amador, André “Deco” Sass, que ficou em terceiro no Brasil Open, também.

&nbsp,

O clube mantém um convênio com o ginásio Campo Base e os sócios têm descontos na mensalidade. O CPM ainda mantém uma corda e um Gri Gri no ginásio para empréstimo para os sócios e também tem dois racks completos com equipamentos de escalada para empréstimo aos sócios nos finais de semana.

&nbsp,

Hoje os destaques do clube, no entanto, não são os já fortes e jovens escaladores, que têm chances de uma boa colocação no paranaense de escalada do ano que vem, mas sim as escaladoras.

&nbsp,

No último curso básico de escalada, de 12 alunos, 8 eram mulheres que são as mais empolgadas em escalar e evoluirem na prática. Dentre elas estava Camila Armas, campeã da categoria iniciante do Brasil Open, título que levou sem treinar arduamente, apenas por que tem grande talento e por que gosta de escalar e faz isso muito bem. Além dela, a vice colocada também é sócia do CPM, Karla Schmiguel.

&nbsp,

Se estas escaladoras irão continuar treinando para vencer um campeonato máster de escalada, isso ninguém pode prever, até por que para esta atividade é necessário muita dedicação e&nbsp,muito compromisso. Entretanto o CPM cumpre uma função que, no Paraná, ninguém desempenha, função de renovar a escalada. Se estes novos escaladores chegarão ao nível se seu ex. sócio André Berezoski, ou de Marilene Lima, isso só eles saberão, mas dentro do clube terão todo o incentivo para isso garante o presidente Marcelo Brotto.

&nbsp,

Na festa de 30 anos do CPM haverá muitos escaladores consagrados presentes, todos eles com algo em comum, foram sócios do clube.

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário