Aconcagua: Refúgio Elena corre o risco de desabar

0

A Associação de Guias de Montanhas da Argentina manifestou preocupação com as condições de Refúgio Elena, o mais alto e com maior tecnologia do mundo, doado por familiares de Elena Senin, que faleceu com Federico Campagnini em uma odisséia trágica no ano de 2009.

Refúgio Elena no Aconcagua

O Refúgio Elena está localizado aos 6000 metros de altura, na Plaza Cólera, e foi doado pelos pais de Senin com o objetivo de torná-lo um local para atender casos de emergência.

:: Relembre o caso de Fernando Campanini e de Elena Senin

Infelizmente, de acordo com a entidade que agrupa os Guias de Montanha da Argentina, o uso indevido do abrigo fez com que a porta de acesso quebrassem e deixando o abrigo exposto a intempéries.

Mario González, sócio fundador desta Associação, disse que a Secretaria de Meio Ambiente foi notificada em 5 de março, mas não obteve resposta.

Refúgio Elena com a porta quebrada.

“Quando o abrigo foi doado, foi feito um regulamento comunicado à todos os alpinistas. Nele, foi estabelecido que o refúgio não pode ser usado como uma barraca, sendo destinado exclusivamente para emergências. No entanto, este ano não foi assim e o resultado é a porta quebrada. Agora o refúgio não pode ser fechado e a neve acaba dentro, sendo ainda castigado pelos ventos, que àquela altura atingem mais de 200 quilômetros por hora a essa altitude “, explicou González.

O abrigo é uma estrutura feita com painéis semelhantes aos de frigoríficos, compostos por poliuretano expandido e revestidos por chapas e fórmicas. “Este ano foi usado por qualquer um, o pedido da família Senin não foi respeitado”, disse Gonzalez, acrescentando que uma as informações já foram enviadas também ao consulado italiano.

Além disso, o refúgio “está armado precariamente, não ancorado com tensores para que a estrutura, que é muito leve, resista aos ventos”.

O problema com isso é que dentro de poucas semanas, as condições invernais na montanha tornarão um conserto no refúgio praticamente impossível, o que invariavelmente causará ainda mais danos ao local, ainda mais durante o longo inverno na montanha. No interior do refúgio há suprimentos de alta montanha, equipamentos de guardas florestais, utensílios médicos e lixo. Se nada for feito urgentemente, essa será mais uma grande perda para o montanhismo.

Trabalho de fechamento da temporada

Interior do Refúgio Elena cheio de gelo

O governo de Mendoza admitiu estar ciente da situação, mas explicou que por uma tempestade não foram capazes de se aproximar do local. “Há ventos de 100 quilômetros por hora e temperaturas próximas dos 30 graus abaixo de zero. É também um local que somente é acessado à pé, você não pode ir de helicóptero. Ele está na lista do que precisa ser feito para fechar a temporada “.

 

Interior do Refúgio Elena no Aconcagua

:: Para saber mais sobre o Aconcagua

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário