Adventure Sports Fair

0

Uma feira de vendas

Movimentada, mas não tão cheia. Uma feira não para conhecer o que há de mais novo na tecnologia mundial de equipamentos de montanhismo, mas sim para conhecer o que se está sendo vendido no Brasil.

Embora as Principais Marcas não estejam devidamente representadas com estandes próprios, como o caso da Kaylash, Curtlo, Conquista etc. As lojas de venda de equipo dominaram a feira, vendendo de tudo, porem com preços semelhantes aos encontrados em períodos normais.

Outo ponto interessante da feira são as atrações para divertimento. Pistas de esqui, andar em glaciar, escaladas, há absolutamente tudo para incentivar o esporte e principalmente a venda de produtos.

Os estandes sobre locais que dominavam a feira há alguns anos, ainda estão lá, mas não estão tão cheios. O ponto alto é que não estão mais distribuindo uma quantia tão grande de folders, que serviam mais para poluir o meio ambiente. Se você tem um bom produto, basta uma boa conversa e um cartão, o meio ambiente agradece. Nada de empresas ecologicamente corretas distribuindo centenas de panfletos que são 90% jogados fora nos lixos da própria feira.

Há alguns anos atrás havia uma grande distribuição de barras de NUTRY e genéricos. Felizmente hoje não ocorria isso. As lojas colocavam comidas típicas a disposição do cliente, mas sem criar dezenas de quilo de lixo com embalagens…

Talvez de mais interessante para montanhistas e principalmente escaladores é um equipamento para exercícios em casa com uma adaptação para fortalecimento dos dedos. É um aparelho simples, que pode ser encontrado no seguinte site: www.rmprodutos.com.br.

Fora isso, poucas as novidades .

Um outro ponto importante da feira é a realização de contatos, porém isso só é importante para quem trabalha no ramo, ou seja o montanhista mesmo não encontrava muitas coisas interessantes a não ser…

FOTOS…muitas fotos de belos lugares…porem lugares já muito badalados e que todos conhecem. Rotas de turismo tradicionais…E, por sinal, fotos típicas de montanhismo e escalada em ângulos também tradicionais. Talvez a fotogradia de montanha esteja um pouco sem rumo, sem saber qual o seu papel…se é meramente relatar, ou se tem algum comprometimento com a arte…O que vi foi uma mistura de estilos, e assim um distanciamento das duas coisas…será que arte e montanhismo-escalada tem liga? Fica o desafio!

E para completar…Brincos pulseiras e tudo o mais era vendido por lá, uma verdadeira feira, pois em feiras não se faz só social, mas principalmente se vende.

Se o seu objetivo é meramente conhecer novas coisas, a feira não é o seu lugar, mas se você quiser se divertir (há filas longas) e gastar, os 20 reais de entrada são um preço justo para as atrações encontradas. Crianças são os que mais se divertem!

Boa feira a todos!

Compartilhar

Sobre o autor

Johny Genvensis - Colunista

Falta o Johny escrever a BIO.

Comments are closed.