Agência brasileira monta expedição a montanhas da Etiópia

0

A agência de montanhismo GenteDeMontanha, de Maximo Kausch, Pedro Hauck e Maria Tereza Ulbrich começaram a oferecer um roteiro à exótica Etiópia, país montanhoso no chifre da África.

Montanhas de Simien

A Etiópia é um país pouco conhecido no Brasil. Seu nome por aqui está mais atrelado aos problemas sociais que o país, situado no chifre da África e vizinho da Somália, enfrentou no passado, do que por sua Geografia exuberante.

Diferente dos demais países africanos, a Etiópia é um país que tem suas cidades localizadas em um extenso planalto onde a altitude é superior a dois mil metros. Por isso, a temperatura por lá é mais amena. Adis Abeba, a capital, está a 2355 metros e a montanha mais alta do país, o Ras Daschen, tem 4550 metros, quase a mesma altitude do Mont Blanc, montanha mais alta dos Alpes.

Chegando ao cume do Ras Daschen, montanha mais alta da Etiópia

Diferente dos Alpes, as montanhas da Etiópia não possuem glaciares, pois o país está localizado numa latitude mais próxima da linha do Equador. A capital Adis Abeba tem uma média de temperaturas anuais que oscila entre os 23 e 16 graus centígrados. Já no Ras Daschen é comum nevar e ter temperaturas negativas, porém a neve é derretida durante o verão.

O Ras Dashen é uma das montanhas que o GenteDeMontanha irá ascender. Fora esta, eles ainda passarão por outras três, o Ras Bwahit (4430m), Inatye Peak (4070m) e Imet Gogo (3926m), todas as montanhas que fazem parte da Serra de Simien, onde estão as mais altas montanhas do país e as paisagens mais deslumbrantes de Etiópia.

O guia de montanha que acompanhará o grupo, Pedro Hauck, comenta que além da parte natural, a expedição ainda terá uma parte cultural. “A Etiópia foi um dos poucos países africanos que não passou pelo processo de colonização e é um dos países mais antigos do mundo, estando atrelado com a origem das religiões judaica, cristã e muçulmana”. Diz o guia de montanha que é também formado em Geografia: “Durante a idade média, a Etiópia foi um reino próspero e até hoje está preservado o castelo do antigo rei e há duas cidades históricas onde ser preserva a memória e cultura da Etiópia antiga: Lalibela e Gondar que vamos conhecer em nosso roteiro”.

Castelo medieval em Gondar

Fora isso, a Etiópia tem inúmeras curiosidades. Lá é o local onde é natural o Café, No país nasce o rio Nilo Azul. O país fala mais de 80 línguas e possui um alfabeto próprio, o alfabeto Amárico.

Ruina em Lalibela, Etiópia

Apesar dos conflitos que assolaram o país nas décadas de 70, 80 e 90, hoje o país está em paz, inclusive com a vizinha Eritréia, país no mar Vermelho que ganhou sua independência da Etiópia em 1993. Há vôos diários entre São Paulo e Adis Abeba, com a Ethiopian Airlines, empresa que usa o Aeroporto Internacional de Bole como Hub, servindo de rota entre a América do Sul, demais países africanos e também asiáticos.

O roteiro, Montanhas da Etiópia tem 12 dias é recomendado para quem gosta de trekking e quer ter sua primeira experiência em altitude. Ele pode ser também combinado com a expedição ao Kilimanjaro, montanha mais alta da África que em 2019 continua sendo solidário e ajudando as crianças do Kilimanjaro Orphanage Center.

SERVIÇO:

Expedição Montanhas da Etiópia

Quando:

Data 2019 – 23/09/2019 a 04/10/2019

Data 2020 – 21/09/2020 a 02/10/2020

Onde? Etiópia

Quanto?  USD 2.400

Mais detalhes: http://www.gentedemontanha.com/trekking/montanhas_etiopia

 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário