Escalador sobrevive a ataque de urso nas Montanhas Rochosas do Canadá

0

Os escaladores do Reino Unido Greg Boswell e Nick Bullock, que visitavam as Montanhas Rochosas do Canadá para escalar rocha e gelo no começo do mês, foram atacados por um urso pardo enquanto desciam o Monte Wilson. Greg teve a perna severamente mordida antes dos dois amigos conseguirem escapar do urso e enfrentarem uma noite de terror para chegar até uma estrada e eventualmente até o hospital.

Boswell e Bullock estavam em uma missão de reconhecimento para checar a aproximação até Dirty Love, uma rota alpina aberta em 2008 por Raphael Slawinski e Jon Walsh. Boswell, que é escocês, e Bullock, do País de Gales, são dois dos melhores escaladores de técnica mista do Reino Unido, e já tinham escalado juntos no Canadá em 2013. Este ano, já tinham completado três vias difíceis: The Real Big Drip, Nightmare on Wolf Street e Dawn of the Dead, todas com enfiadas múltiplas e graduações altas. O plano era desvendar a trilha até a base da via no Monte Wilson e voltar dois dias depois para a escalada.

Após andar por várias horas para tentar chegar até a base da via, que fica bem para cima no Monte Wilson, eles tinham decidido voltar e estavam descendo no escuro em direção à floresta quando um urso pardo os atacou, indo atrás de Boswell e o mordendo quando ele caiu na neve. Em seu blog, Bullock escreveu que o urso “mordeu a bota nova (de Boswell) como se fosse um chinelinho”, e então cravou os dentes na panturrilha de Boswell e o levantou do chão. “Não sei o que outras pessoas teriam feito, mas Greg pôs as mãos na mandíbula do urso, tentando separá-las, e gritou “Nick, Nick, me ajuda, ele me pegou!”. Tenho que admitir que demorei um pouco para reagir, mas meu amigo estava me chamando, eu não podia ficar parado", disse Bullock. A reação de Greg deve ter assustado o urso, que o largou. Os dois homens então correram para a floresta, em direção ao equipamento que tinham deixado para trás no começo da caminhada.

Os dois ainda tinham que encarar vários pontos de rapel para chegar ao ponto de aproximação do qual tinham vindo, mas após algum tempo andando perceberam que estavam seguindo a trilha deixada pelo urso, e não a deles. Foram então forçados a voltar em direção ao urso, antes de encontrar o primeiro rapel e seguir rumo à estrada e ao hospital.

Em sua página no Facebook, Boswell escreveu que apesar de só ele ter sido mordido, os dois amigos foram atacados pelo urso, e que a experiência foi terrível para ambos. “Literalmente devo minha vida ao Nick. Ele me tirou de lá e me levou para o hospital! Sobreviver não foi uma missão de um homem só, mas sim um amigo fazendo todo o possível para impedir que seu amigo morresse em uma situação louca! Eu provavelmente teria morrido de hipotermia ou perda de sangue se ele não tivesse feito com que eu continuasse”.

 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário