Felipe Dias escala a Face Sul do Tupungato

1

Parede é a terceira mais alta dos Andes. Expedição percorreu à pé quase 100 km em um dos locais menos frequentados dos Andes Centrais. Essa foi a terceira ascensão absoluta da montanha por aquela rota.

Pancho na Face Sul do Tupungato. Foto de Felipe Dias.

O escalador Felipe Dias acaba de voltar dos Andes onde escalou a face sul do Vulcão Tupungato, a décima quarta montanha mais alta da cordilheira com 6565 metros de altitude. A face sul desta montanha é uma parede de gelo e rocha com mais de 2200 metros de altura, uma das maiores dos Andes.

Felipe Dias, Pancho Cisterna e Fernando Femenias

Felipe estava na companhia de dois montanhistas argentinos Pancho Cisterna e Fernando Femenias. O grupo fez aproximação percorrendo parte do famoso trekking “Cruce de los Andes”, uma trilha histórica que liga Mendoza, na Argentina à Santiago no Chile e na região do refúgio Real de la Cruz tomaram sentido norte, indo parar na base da montanha, numa altitude de 4300 metros.

Eles levaram mais de 12 horas para escalar os mais de 2200 metros de desnível da parede e tiveram que pernoitar no cume do vulcão, açoitados por ventos que passavam dos 100km/h, fazendo que todos precisassem segurar a barraca para não ser varrida da montanha.

A descida foi pelo Chile, pela rota normal da montanha, que tem uma das aproximações mais longas dos Andes. No total o grupo caminhou mais de 100 km e no final ainda passaram sufoco, por não terem a autorização requerida pelas autoridades chilenas para fazer a escalada.

De acordo com o montanhista de Mendoza Lito Sanchez, considerado um dos mais experientes montanhistas argentinos e o Clube Andino de Mendoza esta foi a terceira vez que alguém escala esta rota na história.

Felipe Dias é guia de montanha de Itanhandu-MG. Ele já morou em Mendoza, onde fez o curso de guia da EPGAMT. Em 2017 ficou conhecido após ser indicado para o Prêmio Mosquetão de Ouro por ter participado da conquista de uma nova rota de escalada no Cerro Tres Picos del Amor, localizado na Argentina.

Aproximação pelo lado argentino.

A face Sul vista da base do Tupungato.

Cume do Tupungato.

 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

1 comentário

Deixe seu comentário