I Etapa do brasileiro de escalada – Curitiba

0

Muuuuito show galera!
Parabéns à toda organização e a todos os competidores!


Nesta primeira etapa do circuito brasileiro de escalada 2009, a AEEP (Associação de Escalada Esportiva do Paraná) em parceria com a CBME (Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada) conseguiu reunir 60 escaladores participantes com a ação do Projeto Pró Escalar, idealizado pelo escalador e route-setter da etapa Anderson Gouveia.

Fiquei impressionada com o número de participantes no juvenil…
O tempo vai passando e novos apaixonados vão surgindo!!!

Muito legal poder ver as futuras gerações sentindo muita paixão pelas paredes e conseguir entender direitinho seus sonhos!!! (Confira a bela matéria sobre o brasileiro juvenil).

Antes de falar sobre as vias, quero parabenizar também a Anna Shaw, jovem escaladora brasileira que está em uma ´mega´ evolução!

“É um sonho fazer uma super final com VOCÊ”…
Devolvo suas palavras, companheira…Menina de garra, força de espírito, que enfrenta os medos de cabeça erguida, pois, desde cedo, sabe que CORAGEM é o domínio e controle do medo!

Sobre minha participação nesta etapa, tive a certeza de que competiria realmente apenas quando estava viajando para Curitiba…. hehe

Essa dúvida surgiu pelo fato de eu não estar treinando como antes…
Como eu já comentei aqui, tenho aproveitado para escalar vias mais tradicionais e conhecer novos paraísos do montanhismo e de aventura, o que compromete a performance esportiva…

Tenho sentido, inclusive, mudanças físicas, como dois quilinhos a mais de coxas para aguentar melhor as subidas de montanha… hehe…

Após algumas teorias auto-enganadoras como inchaço pré menstrual, possibilidade de hipotiroidismo, caí na real de que, felizmente, o ganho de ´gostosura´, deve-se principalmente à prática do ´hiper-vinismo´ (termo por mim inventado para descrever a apreciação de vinho superior a uma taça diária em algumas ocasiões)…
…Sem falar no queijinho aqui, sobremesa alí… hehehe…

Enfim… Pensei muito sobre os porques de continuar competindo, investindo nessa brincadeira e cheguei à uma conclusão: Eu definitivamente me divirto através do desafio e a escalada me proporciona desafio e diversão!

… Pra completar, nada melhor do que o medo de perder depois de ter ganhado por 6 anos para me sentir desafiada…

Clarice Lispector, através de uma de suas INCRÍVEIS citações, consegue traduzir um pouco dos meus pensamentos:

“Nem todos chegam a fracassar porque é tão trabalhoso… É preciso antes subir penosamente até enfim atingir a altura de poder cair.”

Acredito que o risco e o medo sempre existem para todos nós. A questão é quando e porque assumimos riscos…

Tudo que sei é que na hora de assumir riscos, estarei sempre fazendo o MEU melhor, com foco, estratégia e comprometimento conforme minha realidade!

No meu caso, acho que em todos esses anos de escaladora (16 anos) eu estive preparada para perder um campeonato, pois independente da vitória, eu sempre me senti desafiada…

Por isso, quando eu ´cair´, espero não parar de tentar me superar …

Felizmente, nesse campeonato, eu caí somente na via da super final, mais ou menos no meio da via final masculina, acima da minha companheira Anna Shaw que caiu mais abaixo após uma resvalada cruel de pé.

MÁSTER FEMININO

As vias do máster feminino foram graduadas em 7c (semi-final) e 8a (final).
Ambas as vias requeriram resistência e técnica de posicionamento, sendo que a final possuiu cerca de 35 movimentos, com um crux de força quase no final da via.

Já a via SUPER FINAL (final masculina) estava uma pancada desde o começo, principalmente para quem havia acabado de competir em uma final de resistência como eu e a Ana!

Fizemos a leitura de via juntas e mais uma vez senti uma união muito legal rumo à formação de uma seleção nacional de mais força.

Entre essas atletas de força, sentimos falta da Thais Makino, Andrea Rizzi, de São Paulo, e da Francine Machado e Marilene Lima, do Paraná, entre outras escaladoras que mandam muito na rocha!

No masculino, os escaladores do máster tiveram a super motivação de competir com o Cesinha, que trouxe colocações incríveis do circuito mundial este ano…

Sua presença sem dúvida ajudou a elevar o nível e tornou o espetáculo ainda mais emocionante!

Parabéns pela dedicação e vitória Cesinha!!!

Agradecimentos de coração ao Hilton Benke, à Gracie, ao Filippo, ao Pedro Hauck e a todos que compartilharam os momentos de comunhão pós campeonato!

Esperamos todos em São Paulo para a 2ª etapa que acontecerá na Casa de Pedra Morumbi no dia 28 de novembro.

beijos,

Janine

Veja mais:

Janine e Cesinha vencem a primeira etapa do brasileirão
Delegação do Rio na roubada
Juvenil não, senhor juvenil!
Fotos da primeira etapa do brasileiro de escalada esportiva

Confira a classificação final do brasileiro de escalada
Que emocionante é assistir um campeonato de escalada – Coluna de Pedro Hauck

Janine Cardoso é a atual campeã brasileira de escalada e conta com o apoio da THE NORTH FACE e da CASA DE PEDRA!

Compartilhar

Sobre o autor

Janine Cardoso - Colunista

Janine Cardoso é a maior vencedora de campeonatos brasileiros de escalada, com 8 conquistas. Ela já participou de mundiais e também de diversas etapas de Copas do Mundo. Atualmente é atleta da The North Face.

Comments are closed.