Lanternas de cabeça: como escolher

0

Lanternas de cabeça são essenciais principalmente no estilo de vida de montanhistas, escaladores, e outros esportistas adeptos de um estilo de vida mais ao ar livre.

Possuir uma lanterna em um ambiente natural é questão de segurança, emergência, e praticidade, pois sempre estamos sujeitos a passar a noite na natureza, onde existe a necessidade de ser mais auto suficiente.

Optar por uma lanterna de cabeça ao invés de uma tática de mão, na maioria das vezes pode ser a melhor opção, pelo simples fato de nos dar mais autonomia em nos deixar com as mãos livres.

As lanternas de cabeça evoluíram em vários aspectos com o passar do tempo, seu peso diminuiu enquanto sua potência agora com leads aumentou e muito.

Existe uma disponibilidade enorme de marcas, modelos, e potência de lúmens no mercado. A escolha fica por conta da necessidade e poder de compra de cada esportista.

Preparamos esse vídeo com algumas dicas essenciais para te ajudar na escolha da sua headlamp, ou se caso preferir continue lendo o artigo.

Autonomia

As lanternas de cabeça hoje em dia se destacam pela longa duração de energia em diversos modelos, diferentes níveis de intensidade e alcance de iluminação, baixo peso e tamanhos pequenos.

É evidente que tudo isso tem um custo, tornando caríssimos alguns modelos mais potentes.

Geralmente 120 lúmens de potência são suficientes em uma headlamp, é um nível de iluminação bem satisfatório, é compatível com 3 pilhas AAA e vai ter uma duração bem grande numa atividade prolongada.

Mas não é apenas pela quantidade de lúmens que se define uma lanterna ser boa ou não. Você pode ver uma lanterna com poucos lúmens ser mais cara que outra com mais lúmens e não entender o porquê. Isso se deve ao fato que algumas marcas utilizam tecnologias superiores de impermeabilização.

Montanhista com lanterna de cabeça - Foto: Isaac Davis

Montanhista com lanterna de cabeça – Foto: Isaac Davis

As lanternas mais baratas realmente não vão ter uma boa impermeabilidade. E deve se atentar a isso, pois mesmo você não pegando chuva com a lanterna de cabeça, o seu próprio suor gerado por uma simples caminhada, vai ser um fator determinante no desgaste da sua lanterna.

Impermeabilização

Uma boa impermeabilização vai permitir que o sal do seu suor não oxide os componentes elétricos da lanterna. A oxidação causa o famoso mau contato, principal motivo de deterioração das lanternas.

Essa impermeabilidade é medida através dos níveis de IP geralmente identificado nas embalagens do produto, e IPX significa uma resistência a poeira além de ser impermeável, fatores esses que impedem o bom funcionamento da lanterna.

A partir do IPX5 já garante uma ótima impermeabilização, acima disso existem alguns modelos um pouco mais restritos com níveis mais altos, direcionados para atividades mais específicas.

Levando esses fatores em conta, quantidade de lúmens, e nível de impermeabilidade, você pode optar por qualquer modelo e marca que preferir disponível no mercado, pensando sempre no tipo de uso que irá utilizar seu equipamento.

As vezes realmente vale a pena investir em uma lanterna com IPX mais elevado que vai resistir tranquilamente ao seu suor e ter uma vida útil bem mais longa.

Se você quer comprar uma lanterna de cabeça ideal para sua aventura, confira os modelos disponíveis na Loja Alta Montanha clicando aqui!

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário