Os benefícios de pedalar!

0

Durante a semana fica difícil escalar e não tenho a menor paciência de ir a uma academia e gastar horas malhando depois de um dia punk na empresa. Como colocar a saúde em dia e ainda perder aquelas gordurinhas acumuladas depois de uma noite de plantão se entupindo de pizza?


Morando em Belo Horizonte, em um rítimo menos acelerado, sobrava tempo para malhar no fim do dia, agora morando em Copacabana no Rio de Janeiro, quando o tempo permite, ainda arrisco uma corrida na areia da praia por algumas poucas horas, mas logo o desanimo bate e a vontade de voltar para casa pinta, foi então que voltei a olhar para uma velha amiga que já estava aposentada faz tempo e resolvi voltar a pedalar.

Não gosto de dirigir e tão pouco de morar na cidade grande, a volta da bicicleta em meu dia a dia veio estabelecer um pouco mais de vida natural em meu cotidiano. Hoje pedalo a noite pelo Rio de Janeiro apreciando as luzes da cidade em ruas vazias com poucos carros. Nos fins de semana pedalo para escalar na Urca, Floresta da Tijuca ou para curtir um pouco mais as paisagens da cidade. Essa mudança de habito me coloca em forma e preenche as horas perdidas dentro do metro ou ônibus, mas quais os benefícios reais de pedalar?

Andar de bicicleta “fortalece o corpo e a alma”. Este é o resultado final de um relatório elaborado pela Universidade Alemã do Desporto. Os benefícios de andar de bicicleta não deixam margem para dúvidas. “As pessoas que andam de bicicleta regularmente poupam muitas visitas ao médico”, refere o documento. “Muitas pessoas com problemas como dores de costas, excesso de peso ou doenças cardiovasculares, podiam desfrutar de muitos anos de boa saúde se usassem a bicicleta mais vezes”, acrescenta ainda a investigação.
 
A falta de atividade física mais conhecida como sedentarismo, que se tem verificado com intensidade nos dias atuais, constitui-se um fator de risco para o aumento da incidência de doenças cardiovasculares, em especial a arteriosclerose e a hipertensão arterial. O ato de pedalar funciona como efeito preventivo para vários problemas cardiovasculares.

Andar de bicicleta está incluído no grupo de exercícios denominados de aeróbicos ou de resistência, que segundo os cardiologistas, significam exercícios rítmicos de grandes músculos, da mesma intensidade, até um nível em que o organismo utiliza o oxigênio como fonte de energia. Neste grupo de exercícios, além da bicicleta estão incluídos ainda a corrida, a natação e o trekking. Estes exercícios são os que proporcionam maiores benefícios ao sistema cardiovascular.

O exercício na bicicleta também estimula os pequenos músculos das vértebras dorsais, fazendo com que se estendam e comprimam constantemente. Pedalando seus joelhos ficam protegidos, já que mais de 70% do corpo gravita sobre o selim (banco), além disso, as coxas e os glúteos são fortalecidos. O exercício físico de pedalar estimula o sistema imunológico e aumenta o número de glóbulos brancos, ajudando o organismo a defender-se de vírus e bactérias.

Outros efeitos benéficos de andar de bicicleta para o organismo, além da melhora e prevenções dos problemas cardíacos podem ser ressaltadas, como a redução da gordura corporal, contribuindo para a manutenção do peso ideal, a melhoria da função respiratória, redução dos níveis sangüíneos de colesterol e triglicérides (Pedalar reduz o mau colesterol e o risco de enfarte em cerca de 50%), a redução da ansiedade, regularização do sono e conseqüentemente, um melhor desempenho intelectual e maior equilíbrio emocional.

Pedalar ainda é indicado para as pessoas gordinhas porque exige menor esforço para executar a tarefa, principalmente para as crianças.

Quem pedala regularmente possui maior resistência a patologias do fundo emocional, como as depressões. Pedalar é um dos melhores antidepressivos.

O ideal é começar pedalando de 15 a 20 minutos, três vezes por semana. Use tênis, qualquer modelo, desde que confortáveis. As bicicletas devem ter guidão alto, para evitar esforços na coluna. A postura deve prezar por manter o tronco na vertical, sem forçá-lo. O banco deve estar regulado na altura da extensão das pernas. Pedalar não oferece risco algum, a não ser as quedas (Use capacete!). Para usufruir do esporte como método de condicionamento físico, pedale mais de 20 minutos por dia, e para perder calorias o tempo deve ultrapassar os 40 minutos diários. Ainda é possível pedalar sem sair de casa, basta usar as bicicletas ergométricas. Os benefícios são os mesmos, mas de preferência em pedalar ao ar livre, é muito mais saudável e prazeroso.
 
Para quem trabalha perto de casa, os benefícios também podem ser sentidos no bolso, já pensou em utilizar a bicicleta para as suas deslocações urbanas?

A utilização da bicicleta permite fugir dos engarrafamentos e reduz o tempo de deslocamento entre curtas e medias distancias dentro da cidade.

Além de ser um exercício saudável, permite uma economia significativa (Livre-se do metro lotado e de ônibus que atrasam sempre!), já que é um meio de transporte econômico e ecologicamente correto. O custo de uma boa bicicleta é 30 vezes inferior ao de um carro popular e não é poluente. A bicicleta minimiza parte do orçamento dedicado ao carro e seus impostos anuais.

Não precisa ser um profissional para se beneficiar da bicicleta, e muito menos desembolsar uma grana preta comprando um modelo italiano de bicicleta competitiva, procure uma loja ou site especializado no assunto e se informe. Em uma loja especializada é fácil se entender com a Bike, indique sua condição e necessidade e tenha um produto que atenda suas expectativas. Só não deixe de pedalar por achar que não tem uma bicicleta adequada.

Pedale para seu trabalho, academia e escalada de fim de semana. Seja ecologicamente correto e saudável. Divulgue esta idéia e ajude a si mesmo a escapar do Stress da cidade grade!

Força sempre e boas pedaladas!
Atila Barros

Compartilhar

Sobre o autor

Atila Barros - Colunista

Atila Barros nasceu no Rio de Janeiro, e vive em Minas Gerais, cidade que adotou como sua casa. Escalador (Montanhista) há 12 anos, é apaixonado pelo esporte outdoor. Ele mantem o portal Rocha e Gelo (www.montanha.bio.br)

Comments are closed.