Recorde nas nuvens

0

Ex-soldado norte-americano voa quase 30 km de wingsuit

O norte-americano Andy Stumpf tem muita experiência em saltos de paraquedas e voos de wingsuit. Ex-soldado, ele acumulou milhares de saltos durante sua carreira no Exército. Agora ele resolveu tentar quebrar o recorde de distância máxima percorrida em um voo de wingsuit para levantar dinheiro para a fundação dos NAVY Seals, divisão da Marinha dos EUA à qual pertenceu. Seu objetivo era que a publicidade em torno do evento arrecadasse US$ 1 milhão.
 
Andy atingiu seu objetivo: voou 28,69 km com seu wingsuit (uma espécie de macacão com asas de morcego que ajuda a planar no ar). "Tenho plena consciência do risco envolvido nesse tipo de esporte. A cada metro que se sobe, aumenta o perigo", diz. 
 
Apesar do alto risco envolvido, o wingsuit é um esporte que vem ganhando popularidade nas montanhas, sendo considerado o "próximo passo" para BASE jumpers (que saltam de paraquedas de lugares estáticos, como o topo de algumas montanhas). O escalador e piloto de wingsuit Dean Potter morreu em um acidente durante um voo de wingsuit em maio deste ano. O número de fatalidades relacionadas ao esporte cresce cada vez mais, estatística considerada "inevitável" por alguns críticos.
 
O discurso de Andy e sua equipe têm um tom específico do Exército, de exaltação ao colega e aos EUA, mas o vídeo mostra marcadores de altitude, temperatura e distância que ajudam a aumentar a expectativa e a emoção do salto. Confira:
 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário