Shackleton: Encontrados negativos perdidos há 100 anos na Antártida

0

Um grupo encontrou na Antártida, em uma cabana presa ao gelo, negativos fotográfico perdidos por uma das primeiras expedições ao continente gelado.

Os membros da fundação AHT – "Antatic Heritage Trust (Fundação do Patrimônio Antártico) encontraram em uma cabana abandonada na Antártida negativos de fotografias datadas entre os anos de 1914 à 1917, durante a expedição de Ernst Shackleton.

A cabana onde foram achados os negativos pertencia a expedição liderada pelo explorador britânico Robert Falcon Scott,  construída no ano de 1912, que pretendia ser a primeira a chegar ao Polo Sul. Com problemas, construíram-na para abrigarem-se por algum tempo.

Em 1914, em sua tentativa de cruzar a Antártida, a segunda equipe da expedição de Ernst Shackleton, ao ter problemas quando o navio Aurora foi arrastado do seu ancoradouro, encontrou a cabana levantada por Robert Scott, onde eles se abrigaram por algum tempo.

Os negativos de nitrato de prata pertenciam a Herbert Ponting, fotógrado fa expedição e foram guardados em uma pequena caixa de madeira, num dos compartimentos da cabana, onde acabou sendo esquecidos quando os exploradores abandonaram a construção.

Apesar dos 100 anos armazenados sob péssimas condições, já foi possível "revelar" 22 fotografias em branco e preto, onde os membro da AHT conseguiram identifcar alguns pontos de referência, que indicam o local conhecido como estreito de McMurdo, onde o navio Aurora acabou preso ao gelo.

"É um achado impressionante e estamos emocionados ao vermos as fotos reveladas após um século", comentou o diretor da AHT, Nigel Watson.
 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário