Trekking de aproximação ao Gasherbrum II

0

Tudo este ano está diferente, o comum com 2008 é apenas o percurso.


Entre Skardu e Askole, a viagem decorreu com uma inesperada tranquilidade e um inesperado conforto, mas… ao contrario do ano passado, já não somos dos primeiros da época, outras expedições coincidem com a nossa nas jornadas até à base das montanhas.

Os 40 carregadores de 2008, são hoje mais de 500, repartidos pelos diversos grupos. Encontramos Askole, Jhola e Paiju, transformados num antro de tendas e confusão, apesar de dizerem que este ano, o assédio ao Karakorum é muito inferior.

Longe vai a tranquilidade do ano passado.

A temperatura, está bastante mais baixa, desta vez ideal para caminhar.

Os picos, bastante mais nevados, o que faz despertar a nossa curiosidade… qual o aspecto dos Gasherbrum`s?

Desta, em Paiju houve realmente a tradicional e barulhenta festa de carregadores, à qual se juntaram alguns ocidentais.

Ontem foi o dia mais longo, de Paiju a Urdukas, 6,5h.

O mau tempo teima em acompanhar-nos e desta presenteou-nos com névoa e flocos de neve. As frescas roupas do ano passado, deram lugar a forros polares e pela noite, a casacos de penas!
As montanhas observam-nos agora com um aspecto invernal, fora do comum nesta altura do ano.

Hoje tivemos um surpreendente acordar. O campo de Urdukas, aos 4000m, despertou sob um fino véu de neve, suficiente para desmotivar os carregadores a iniciar a sua marcha. Finalmente, por volta das 8 da manhã, os mais fortes decidiram-se a começar a marcha motivando os restantes a avançar.

Em poucos instantes, formou-se uma mega caravana de carregadores, salpicados pelos coloridos alpinistas, que se dirigem para os Gasher´s e Broad Peak (talvez alguns para o K2).

Desta não tivemos direito às fabulosas vistas sobre o Masherbrum.

Amanhã Campo Base. O Trekking foi minado por água em más condições. Paulo está 5 estrelas. Daniela com sintomas de sinusite.

Daniela Teixeira, colunista do Altamontanha é escaladora e montanhista de Portugal. Conta com o apoio de Rab, Pod sacs, Faders, Edelweiss, Princeton Tec e Espaços Naturais.

Compartilhar

Sobre o autor

Daniela e Paulo - Colunistas

Daniela Teixeira e Paulo Roxo é uma dupla portuguesa que pratica escalada (rocha, gelo e mista) e alpinismo. O que mais gostam? Explorar, abrir vias! A Daniela tem cerca de 10 anos de experiência nestas andanças e o Paulo cerca de 25. A sua melhor aventura juntos foi em 2010, onde na cordilheira de Garhwal (India - Himalaias), abriram uma via nova em estilo alpino puro na face norte da montanha Ekdante (6100m) e escalaram uma montanha virgem que nomearam de Kartik (5115m), também em estilo alpino puro. Daniela foi a primeira e única portuguesa a escalar um 8000 (Cho Oyu). O Paulo é o português com mais vias abertas (mais de 600 vias abertas, entre rocha, gelo e mistas). Daniela é geóloga e Paulo faz trabalhos verticais. Eles compartilham suas experiências do velho mundo e dos Himalaias no AltaMontanha.com desde 2008. Ambos também editam o blog Rocha Podre, Pedra Dura (rppd.blogspot.com.br)

Comments are closed.