Uma vida sem uma aventura de verdade

0

Conversava com um amigo de montanha e este me questionou se eu já havia vivido alguma situação no montanhismo em que eu tivesse me confrontado com a possibilidade de um acidente sério ou com a morte.


Na hora, não lembrei nenhuma situação assim, porém alguns instantes depois, outros amigos de longa data e de muitas aventuras lembraram de algumas situações que acabamos nos enfiando, em que um julgamento errado poderia nos ter levado a uma tragédia.

Obviamente tomamos a decisão acertada, mas por horas pensei: E se tomássemos a decisão errada?

Nestes momentos lembrei de que estas situações delicadas são sempre nos momentos em que tentamos ultrapassar nosso limite, nos momentos em que realmente transformamos a vida numa aventura.

E uma pergunta me martelava a mente há alguns dias: Vale a pena o risco desta aventura?

Porém, hoje pela manhã quando assistia a um filme, uma frase me a chamou atenção: “Muitas pessoas passam uma vida inteira sem viver uma aventura de verdade.”

Vocês não imaginam a minha felicidade naquele momento, quando em meus pensamentos pude refletir: Eu já vivi e vou viver muitas aventuras de verdade!

Aventura? Nosso nobre “Aurélio” já dispõe que é um substantivo feminino que designa que aventura é uma “experiência arriscada, perigosa, incomum, de finalidade ou decorrência incerta”.

Falta de responsabilidade? Inconseqüência para com o futuro?
Não. Eu apenas vivo a vida que me foi dada. E vivo ao máximo que eu posso.

Se arrisco perder a vida numa escalada mais perigosa?
Sim. Tanto quanto todos os jovens que bebem (para ficar bêbados) e saem com seus possantes veículos aterrorizando as madrugadas.

Se estou certo ou errado?
Não sei, mas uma coisa eu garanto. Todas as vezes que, após muitas dificuldades e perigos, alcançamos o topo de uma montanha, em que finalmente conseguimos completar nosso objetivo traçado, sinto a vida fluindo em mim em toda a sua plenitude…

E você? Já sentiu isso?

Compartilhar

Sobre o autor

Hilton Benke - Equipe AM

Hilton Benke é um dos idealizadores do AltaMontanha.com. Dono de uma personalidade muito forte, é hoje praticante assíduo do voo livre, principalmente da modalidade "hike and fly", que une o voo com o montanhismo. Como montanhista e escalador, gastou seu tempo galgando montanhas brasileiras e andinas, além de ter prestado alguns serviços como instrutor de escalada junto ao CPM. Deixá-lo feliz é fácil: só marcar um bom pernoite em um cume da Serra do Mar Paranaense, com um bom menu para o jantar e uma condição de tempo boa para que possa decolar com seu parapente dia seguinte e realizar uma das muitas travessias sobre a Serra do Mar.

Comments are closed.