Oh Eun Sun finaliza a escalada dos 14 oito mil em meio a desconfianças - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Cume no Annapurna

Oh Eun Sun finaliza a escalada dos 14 oito mil em meio a desconfianças

A coreana de 44 anos se torna a primeira mulher a fazer todos os 14 cumes de mais de oito mil metros de altitude. Entretanto há dúvidas sobre uma de suas escaladas.

Fonte:

A coreana Oh Eun Sun chegou às 11:20 de hoje (horário local) no cume do Annapurna, seu ultimo cume com mais de 8 mil metros. Com esta escalada, ela se converte na primeira mulher a escalar todos os quatorze cumes de oito mil no mundo, terminando o chamado Grande Slam do himalaísmo.

Uma equipe de espanhóis composta pelo aragonês Carlos Pauner (que fez seu nono oito mil) e pelos bascos Juanito Oiarzábal (que fez vigésimo quarto cume de oito mil!) e Tolo Calafat, encontraram a coreana descendo da montanha. Além deles, os espanhóis Martin Ramos, Jorge Egocheada e Horia Colibasanu também culminaram a montanha, em um dia de muitos cumes.

Oh Eun Sun transmitiu imagens suas no topo do Annapurna pela internet. As condições da montanha se mostraram bastante difíceis, mesmo com tantas pessoas chegando no topo. Pelas imagens da coreana, nota-se um vento muito forte, de forma que ela manteve a bandeira da Coréia do Sul com muitas dificuldades na mão.

Até o momento, não se sabe com quem Miss Oh chegou ao cume, pois as imagens focam exclusivamente nela. Os coreanos estão dando muita atenção à esta conquista, como sendo um grande feito do montanhismo do país, que já tem vários montanhistas que finalizaram o chamado Grand Slam. Entretanto, a conquista de Sun ainda gera dúvidas.

A dúvida do Kangchenjunga e Miss Hawley

Oh Eun-Sun pode não ser a primeira mulher a escalar os 14 cumes de mais de 8.000 metros do planeta, pelas dúvidas sobre se realmente chegou ao topo do monte Kanchenjunga em 2009.

Elizabeth Hawley, uma das principais autoridades de montanhismo no Himalaia (Saiba mais sobre ela), afirmou que a escalada de Oh Eun-Sun ao Kanchenjunga é considerada duvidosa, depois que várias fontes questionaram a conquista alegada pela sul-coreana.

Oh Eun-Sun e a espanhola Edurne Pasaban, que nas próximas semanas partirá para a conquista do último monte que resta da lista, o Shisha Pangma (8.027m), no Tibete, disputavam a corrida para ver quem se tornaria a primeira mulher a culminar todas as montanhas de oito mil metros.

Mas Hawley afirma que outros alpinistas, incluindo Pasaban, questionam o fato da sul-coreana ter alcançado o topo do terceiro maior pico do mundo, o Kanchenjunga, em maio de 2009, montanha que representa uma dos maiores desafios para os montanhistas do Himalaia (veja porquê).

"Na única foto conhecida se vê Oh na rocha limpa. Mas Pasaban me mostrou uma foto de sua equipe no topo e eles estavam sobre a neve", explicou.

"A outra razão é que dos três sherpas que escalaram com Oh, dois afirmaram que ela não chegou ao topo", completou.

Hawley coordena a equipe que compila uma base de dados sobre as escaladas no Himalaia, considerada uma referência.

Hawley afirmou que vai manter a escalada de Oh Eun-Sun ao Kanchenjunga em 2009 na base de dados, mas com a palavra "questionada" em futuras edições.

Fonte AFP e Barrabés

Veja mais:

Pasaban rompe o silêncio sobre Oh Eun Sun
Coreanos tem fama de serem antiéticos no Himalaia.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade