Falece Paulo Roberto Schmidt, o Parofes - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
AltaMontanha.Com de Luto

Falece Paulo Roberto Schmidt, o Parofes

O velório seguirá até as 15 hs no cemitério de Sto Amaro depois o corpo será transferido para o cemitério da Vila Alpina onde será cremado

Fonte: Redação

Hoje perdemos um grande amigo, um exemplo de pessoa que enfrentou uma doença terrível, a Leucemia, com a mesma força, bom humor e destemor que escalava as montanhas.

Fica a saudade de um companheiro que se foi depois de longa luta.

Boa viagem Paulo Roberto Felipe Schmidt, deixe marcas nesta trilha para que ao chegar nossa vez possamos te seguir com a mesma coragem que nos ensinou.

Parofes

Paulo Roberto Felipe Schmidt, ou simplesmente Parofes nasceu no Rio de Janeiro em 1978 e fez de tudo na vida. Na infância era uma criaça levada que quase colocou fogo na casa dos pais, quando morou em Poços de Caldas, interior de Minas Gerais. Na adolescencia foi um desenhista talentoso e cinéfilo, ao ponto de se tornar critico de cinema.

Era um amante das letras e gostava muito de relatar suas experiências, e que experiências! Já teve sua fase rebelde de muitas bebidas, até que uma decepção amorosa, misturada com álcool quase lhe custou a vida....

A paixão com o montanhismo começou tarde, aos 30 anos de idade, durante uma viagem pela Bolívia. Após esta experiência ele nunca mais parou e rápidamente adquiriu uma listra grande de feitos andinos. Ele adorava a região de San Pedro de Atacama, no Chile, onde fez uma dezena de montanhas acima dos 5 mil metros, muitos amigos e muitas histórias.

Apesar de carioca, ele não gostava da cidade maravilhosa e há mais de 8 anos vivia em São Paulo, onde encontrou Lili. Eles se casaram no final de 2011e um pouco depois começou a sentir os primeiros sintomas da Leucemia.

Dos primeiros sintomas à diagnosticação da doença decorreu alguns meses e foi mascarada pela própria resistência natural que Parofes adquiriu ao escalar tantas montanhas. Mesmo sabendo que a Leucemia era uma doença que leva à óbito a maioria dos pacientes, Parofes não se abalou e lutou veentemente contra a enfermidade.

Infelizmente após 2 anos de lutas, a Leucemia foi mais forte que Paulo e ontem, dia 10/05, nosso amigo deu o suspiro final. Parofes deixa a mulher e amigos com saudades, mas temos certeza que sua passagem pela terra foi positiva. Estamos todos com muitas saudades. 

Vá em paz companheiro!

Publicidade:


Publicidade

Publicidade