Sobre o Autor

Mikael Arnemann
Aventuras
Esqui!!!
Por

A forma mais prática de se locomover pela neve é deslizando sobre esquis. Um esporte fascinante que pude experimentar nas montanhas do Harz, na Alemanha.

Aventuras
Bivacando na Chuva
Por

A idéia de fazer um bate-volta noturno no Pico Paraná já nos atraía há tempos. Sempre faltava a oportunidade certa. Então, num sábado de tarde, recebi um telefonema do Helton me convidando para ir. O tempo não estava lá muito bom, e por ser começo de dezembro não dava pra esperar grande coisa, chuva é normal nessa época.

Aventuras
Caminho Histórico da Graciosa
Por

O Caminho Colonial da Graciosa, também conhecido como Caminho dos Jesuítas ou calçadinha, liga o primeiro planalto paranaense ao litoral. Descendo a serra Graciosa, foi utilizado desde os tempos pré-coloniais pelos indígenas, que subiam ao planalto coletar pinhões. Mais tarde, foi utilizado pelos portugueses, junto com outros caminhos, como o do Itupava e do Arraial.

Aventuras
A primeira montanha a gente não esquece…
Por

Dessa vez, vou contar a história da minha primeira montanha. Para isso, vamos voltar um pouco no tempo, ao ano 2000, mais exatamente ao mês de julho, quando eu participei de um encontro estudantil na Ilha Grande – RJ. Durante o dia havia cursos e oficinas, os quais eram substituídos à noite pelos tradicionais forrós ou luaus, regados a muita cerveja e cachaça artesanal.

Aventuras
As 48 Horas do Quiriri – parte 2
Por

A travessia interestadual morro do Araçatuba (PR) – Monte Crista (SC) ainda é pouco conhecida do público montanhista. Comparando-se com outras travessias em montanha no Brasil, percebe-se que ela é uma das mais longas, se não a mais extensa, com cerca de 60 km de trilha. Todas as histórias anteriores relatavam que as equipes levaram 4 ou 5 dias para completar seu percurso. Completar a travessia em tempo recorde foi um desafio que encheu os olhos do Elcio, disposto a realizá-la em 3 dias, ou quem sabe menos.

Aventuras
As 48 Horas do Quiriri – parte 1
Por

A travessia interestadual morro do Araçatuba (PR) – Monte Crista (SC) ainda é pouco conhecida do público montanhista. Comparando-se com outras travessias em montanha no Brasil, percebe-se que ela é uma das mais longas, se não a mais extensa, com cerca de 60 km de trilha. Todas as histórias anteriores relatavam que as equipes levaram 4 ou 5 dias para completar seu percurso. Completar a travessia em tempo recorde foi um desafio que encheu os olhos do Elcio, disposto a realizá-la em 3 dias, ou quem sabe menos.

Aventuras
Além do Salto Mãe Catira
Por

Sem nenhum objetivo em especial, fomos encontrar nosso destino numa pequena clareira entre uma árvore e uma pedra, bem pra lá do Salto Mãe Catira. Essa aventura é um oferecimento das Organizações Mãe Catira: canyon Mãe Catira, Salto Mãe Catira, rio Mãe Catira e morro Mãe Catira.

Aventuras
Travessia da Serra do Ibitiraquire
Por

De dentro do ônibus lotado, vimos a serra ficar para trás, com seus cumes encobertos pelas nuvens. A travessia até a Graciosa tinha, pela terceira vez, morrido no Ciririca. Apesar disso, eu estava tremendamente satisfeito por ter feito algo que poucos já realizaram: ir de Bairro Alto até a Fazenda Bolinha, esticando até o Ciririca, num total de nove montanhas diferentes!

Aventuras
Pico Paraná Abaixo de Zero
Por

Pela primeira vez neste ano, a previsão da chegada de uma forte massa de ar polar parecia se confirmar. Seguramente a temperatura em Curitiba ficaria negativa, e o branco da geada cobriria os gramados dos parques. Por que não apreciar esse espetáculo tão raro para nós brasileiros no alto da serra?

1 2