Brasil é bronze no Pan-americano juvenil de escalada

0

O campeonato Pan-americano juvenil de escalada no Equador se encerrou ontem com a premiação dos primeiros colocados. Entre eles esta a escaladora brasileira Mariana Hanggi Correia que trará para casa a medalha de bronze na categoria Juvenil C (12/13 anos).

Pódio da categoria Juvenil C feminina de dificuldade.

Ela conquistou o pódio na prova de dificuldade e também garantiu o 4º lugar no combinado de velocidade, boulder e dificuldade. Além dela, outros escaladores brasileiros conseguiram ficar entre os 10 primeiros. As atletas Amanda Criscuoli Tavares e Laura Farhat Timo ficaram co a 6ª e 7ª colocação respectivamente, também na categoria Juvenil C. Pedro Avelar chegou às finais e conseguiu o 8º lugar na categoria Junior, enquanto Samuel Silva ficou com o 9° lugar na categoria Juvenil A.

Mariana Hanggi na prova de Boulder.

Time de escalada juvenil brasileiro no Pan Americano Equador.

Ao todo foram 10 atletas brasileiros participando do Pan-americanos juvenil de escalada ao lado do team manager Anderson Gouveia e do analista técnico André Berezoski. Os competidores são jovens e muitos estão em tendo os seus primeiros contatos com um campeonato desse porte, ainda assim conseguiram se destacar na competição.

O Brasil ainda irá competir no Campeonato Pan-americano e Los Angeles (EUA) em fevereiro com a delegação de atletas adultos.

 

Ainda há chances

A cultura de escalada no Brasil ainda é pequena, mas os atletas e treinadores se mantém firmes e treinando muito para representarem o país nos jogos Olímpicos de 2020. Além dos jovens atletas que estão em desenvolvimento.

Em fevereiro oito brasileiros irão participar do Campeonato Pan-americano nos Estados Unidos. Fazem parte do time convocado pela Associação Brasileira de Escalada Esportiva (Abee) os atletas: Cesar Grosso, Felipe Ho, Jean Ouriques, Pedro Nicoloso, Thais Makino, Bianca Castro, Luana Riscado e Hellen Christina.

César foi escolhido Atleta do Ano da Escalada do Prêmio Brasil Olímpico, esse ano ele conquistou o 5º lugar no Pan Americano de Escalada em Guayaquil. Agora ele segue para Áustria onde poderá treinar em um dos melhores ginásios do mundo.

O caminho é duro mas é possível. Apenas os campeões, tanto no masculino como no feminino, irão garantir lugar nas Olimpíadas e poder representar o Brasil em Tokyo.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário