Chilenos e argentino escalam as três torres de Paine em três dias

0

Os irmãos Señoret e Iñaki Coussirat emendaram a escalada das três Torres del Paine em três dias.

Os chilenos Juan e Critóbal Señoret e o argentino Iñaki Coussirat escalaram consecutivamente a Torre Norte, através da via Spirito Libero e Cueca es Única, a Torre Central pela Bonnington – Williams e a Torres Sul pela Aste em apenas três dias.

As três torres rochosas que são o principal cartão postal da Patagônia chilena formam uma imagem irresistível aos escaladores mais aventureiros. Elas oferecem linhas incríveis e comprometedoras e não raro convidam para uma realização de uma travessia de ponta a ponta, coisa que foi apenas realizada por primeira vez em 2002 por Steve Schneider e repetida apenas em 2013 por Pedro Cifuentes, ambas vezes em solitário.

Os irmãos chilenos Juan e Cristóbal Señoret e o argentino Iñaki Coussirat se converteram a poucos dias na primeira cordada a realizar a travessia. Precisaram para isso apenas três dias e duas noites. Começaram no dia 31 de Dezembro, aproveitando uma ampla janela de bom tempo que os deu margem suficiente para realizar a proeza.

Começaram na Torre Norte, através da via Espiritu Libre (7a BR/A1, 500 m), que conduz até o cume secundário deste pico. Dali, desceram um pouco até um colo que separa este cume do principal, para seguir depois pela via Cuenca es única (7a BR/A1, 300 m). A descida foi realizada pela vertente oposta da montanha pela via Monzino.

Uma vez no colo Bich, eles começaram outra ascensão, agora a da Torre Central, que foi escalada pela via Bonington-Whillans (ED, 700 m). Do cume, eles desceram pela Kearney-Knight, saindo no colo entre as torres Central e Sul.

Cumprindo seu objetivo, subiram a última das torres pela via Aste (ED, 7b BR, 900 m), e regressaram ao vale rapelando esta mesma via.
 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário