Choque Anafilático

0

Pessoas alérgicas podem desenvolver uma resposta exacerbada quando sofrem picadas de abelhas, vespas, etc… o texto discorre brevemente sobre o uso da adrenalina (epinefrina) em casos de choque anafilático.


Choque Anafilático ou Anafilaxia nada mais é do que uma reação alérgica grave que envolve mais do que um sistema da pessoa.

Pessoas normalmente desenvolvem um quadro de reação alérgica
exacerbada à alguns tipos de medicamentos, a alguns materiais que entram
em contato com a&nbsp, pele (látex por exemplo) e mais comumente, a alguns
tipos de comida (crustáceos) e principalmente picadas de insetos
(abelhas, vespas). As picadas por insetos, principalmente vespas e
abelhas, podem acontecer facilmente para nós, montanhistas e
escaladores.

Os sinais clássicos do choque anafilático (ou da reação alérgica
grave) incluem a diminuição da pressão arterial e dificuldade para
respirar (envolvendo ou não broncoespamos, edema da glote, etc…).

A anafilaxia pode ser fatal, e se você é alérgico a alguma coisa
(picadas de insetos, por exemplo), ou se já teve no passado algum quadro
que envolvesse uma reação alérgica exacerbada, é bom saber que o tratamento de escolha é a administração imediata de adrenalina (ou epinefrina) injetável.

Ou seja: você precisa estar preparado para uma situação dessas,
principalmente se houver a possibilidade de contato com abelhas, vespas,
etc…

Mais de 90% dos casos de anafilaxia são desencadedos a partir de um
contato da pele com o alérgeno (a coisa que desencadeia a resposta
alérgica). E como conseqüência, a vítima apresenta dificuldade para
respirar, enxergar, queda na pressão arterial… o de primeira escolha é a
administração imediata (se a pessoa for efetivamente alérgica, essas
ações devem ser realizadas até mesmo antes dos primeiros sintomas!) de
adrenalina (epinefrina) 1:1000, difenidramina, prometazina ou outro
anti-histamínico injetável, e se estiver em um ambiente
hospitalar/médico, provavelmente usarão bloqueadores, aminofilina,
corticosteróides (e mais adrenalina!).

O protocolo de atendimento a seguir pode ser útil para o primeiro atendimento a uma vítima de reação anafilática:

No meu kit de APH (atendimento pré-hospitalar) costumo levar algumas
ampolas de adrenalina 1:1000 e duas seringas de insulina, embaladas em
uma prática embalagem de escova de dentes. Normalmente esse kit fica no
capuz da mochila. Confira:

&nbsp,

&nbsp,

Ficou em dúvida ? Está inseguro ? Não sabe como proceder ? Que tal
fazer um curso de primeiros socorros (na verdade um curso sério de APH) ?
Aprender de verdade quando e como agir em uma situação crítica ?

Para saber mais, recomendo a leitura : mmspf.msdonline.com.br/pacientes/manual_…

E para quem já fez algum curso de Primeiros Socorros, que tal comprar e estudar o PHTLS ? ( www.blog.marski.org/?p=14&nbsp, )

Abraços e boas escaladas !

PS: Em caso de picadas de abelhas, é importante retirar os ferrões com uma pinça, após ter cessado o ataque…

Compartilhar

Sobre o autor

Avatar

Davi Marski (In Memorian) Era guia de montanha e escalador em rocha e alta montanha (principalmente nos Andes) desde 1990. Além de guia de expedições comerciais, ele ministrava cursos de escalada em rocha. Segundo ele mesmo "sou apenas mais um cara que ama sentir o vento frio que desce das montanhas". Davi levava uma vida simples no interior de São Paulo e esforçava-se por poder estar e viver nas montanhas. Davi nos deixou no dia 19 de Novembro de 2014.

Comments are closed.