Dois montanhistas estão com problemas nos Andes

0

Um montanhista espanhol está em estado grave no Ojos del Salado. NA região de San Juan, um argentino está desaparecido desde a última sexta feira.


Ojos del Salado

O montanhista espanhol Fernando Ossa, de 53 anos anos, está a dois preso em sua barraca no acampamento 2 do Ojos del Salado, a 6.350 metros de altitude. Ele e outros 3 montanhistas iniciaram a escalada do Ojos del Salado no dia 24 de dezembro. Ao chegar no acampamento 2, a 6350 metros de altitude, Fernando começou a sentir os efeitos da altitude, o que o fez desistir da escalada. Paco Vicario, um amigo de Fernando ficou com ele no acampamento, enquanto o terceiro, Davi Serra, seguiu adiante junto com um casal de argentinos.

Contudo, o estado de saúde de Fernando foi piorando, até o ponto que, quando David retornou do topo, já não conseguia dar mais um passo. David então desceu até Fiambalá, onde alertou as autoridades, enquanto Paco permaneceu com ele.

Um helicóptero argentino tentou resgatar o alpinista, porém não conseguiu ascender a altura necessária. Agora os alpinistas esperam a vinda de um helicóptero chileno, que possui as características necessárias. Além da espera pelo helicóptero, uma equipe de resgate chilena já está a caminho para tentar o resgate. Segunda as ultimas informações, o montanhista encontra-se em estado grave.

San Juan

O argentino Miguel Castro, um engenheiro que reside na cidade de Mendoza, está desaparecido desde a última sexta feira na Cordilheira dos Andes, em San Juan. Ele estava em um grupo que percorria o "Cordon de Ansilta", porém se separou do resto do grupo para escalar os cumes 3 e 4 daquela cordilheira, de 5.116 e 5.886 metros sobre o nível do mar.

Seus amigos não percebendo o retorno deram o alerta as autoridades, que iniciaram os procedimentos de resgate. Segundo o chefe da Força de Patrulha de San Juan, José Bascolo, são aproximadamente 30 pessoas dos grupamentos de resgate do governo e dos clubeS Andino Mercedario e Andino de Barreal que estão a procura do montanhista. Além disso, já foi disponibilizado um helicóptero para auxiliar nas buscas, porém sem resultado ainda.

Segunda Bascolo, o Cordon de Ansilta é uma região de alturas mais baixas, que não representam grandes desafios técnicos e nem o frio das montanhas mais altas. Por isso tem-se a esperança de encontrá-lo com vida.

Saiba mais:


 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário