Itajubá: Place of hapiness II

0

Foi um prazer sem tamanho participar este final de semana do 7º Festival de Montanha na cidade de Itajubá!

Agradeço do fundo do coração a vibe de toda comunidade em cada boulder, em cada palavra, em cada momento de comunhão na pedra, a receptividade da Luana e Orlando Mohallen, e o apoio do proprietário do Sítio Paraíso – Sr. Wander, que além de toda hospitalidade, cuida com carinho do ´paraíso dos bordis´ (com lindas orquídeas, bromélias e árvores arborizando o “mini-fontainebleau”! )

A minha escolha de escalada no sábado foi a Pedra da Piedade, local que oferece mais de 60 vias em um granito de alta qualidade bem pertinho da cidade.

Minha introdução na Piedade se deu na via “Diedrinho”, um 8a lindo com uma sequência bem definida de movimentos de crux lá pela quinta chapa, após sair do Diedrinho. A movimentação que dá o grau da via é caracterizada por regletes, movimentos esticados que requerem posicionamento e um trabalhinho de pés! Beem divertido!

Outra via muito boa é a “Tomb Rider”, 7b de 30 metros um pouco mais à direita da “Diedrinho”, com uma saidinha casca que, a meu ver, gradua a via… hehehe…

O final da via mantém o grau 7a/7b, e pra quem está acostumado com a chapeleta no pé (como eu), dá pra passar aquela sensação de medinho típica: “Não posso cair nem a pau” antes da parada final, uma vez que a penúltima proteção está em cima de um suave platô…

Durante a noite, apresentei minha palestra contando um pouco sobre minha trajetória competitiva, com algumas fotos, passando sobre assuntos como ciclos, sonhos e escolhas dentro do montanhismo, respeito, mulheres na escalada e no esporte, TPM, descanso, treinamento, competição, desconhecido, desafio, nutrição, viagens e comunhão.

Na sequência, pudemos conferir a deliciosa palestra do Edemilson Padilha que contou sobre a conquista da via “Place of Happiness” realizada em julho de 2009 na Pedra Riscada(MG) ao lado dos escaladores Horacio Gratton (ARG), Stefan Glowacz (ALE) e Holger Heuber (ALE).

“A via percorre a aresta norte da Pedra Riscada (São José do Divino-MG) por 800 metros, toda em livre!!! Com dificuldades até 9a (graduação brasileira). Foram 2 semanas de trampo pesado, finalizando com um show do Zé Ramalho e a alemãozada caindo no forró…rsrsrs.”

Além da apresentação do croqui, da proza e das lindíssimas fotos (olha só a linha e o visual logo aqui ao lado), Ed apresentou um vídeo pra lá de divertido sobre a Conquista. Parabéns Man!!!

Após as palestras, seguimos para a escaladinha noturna nos boulders do “Paraíso”… Escalar com headlamp à noite ao ar livre é ótimo, principalmente porque vc escala somente olhando para o próximo movimento, esquecendo que está cada vez mais alto… ehhe

Nessa hora, é fundamental (como sempre) que a galera fique embaixo posicionando bem o crash-pad e dando segurança de corpo (ato que tenho visto cada vez mais raramente na prática do boulder… Vamos ficar espertos com a segurança de corpo!!)…

A turma que está embaixo deve estar sempre ligada na possibilidade de uma queda, ainda mais à noite, quando as sombras confundem a visão do escalador na hora de identificar principalmente o posicionamento dos pés…

No domingo cedo, enquanto a chuva não vinha, pudemos fazer um pouco mais de força!

Na brincadeira, não é que saiu um V6 para mim, escaladora assumida de vias de resistência!… O boulder do dia foi a “Extensão do Piranhudo”!… Nomezinho mais estranho esse hein… Mas o boulder é um luxo, com posicionamentos de calcanhar super gostosos… iniciando pelo V3 (do piranhudo que vale a pena também) emendando no bloco ao lado, em um movimento de ombro potente!

Itajubá é uma região com um potencial enorme, uma galera super motivada e consciente sobre a necessidade de preservação do meio-ambiente (em conversas com membros do CMI, me deparei com pessoas brilhantes que dão a cara para bater visando a legalização da exploração de pedras, como o precioso granito de algumas falésias de Minas)…
Não vou me aprofundar falando sobre respeito à leis, porque tratando-se desse assunto é inevitável cair na política…  (Por hora digo que nossa ´lei´ ainda permite que políticos condenados em 1ª instância sejam candidatos…)
 
Sem dúvida, Minas conta com uma turma que, como a maioria de nossos companheiros de aventura pelo mundo, trabalha com muito amor e idealismo em pró do meio ambiente e de todas as práticas de montanha!
Exatamente como a FEMESP, FEMERJ, FEPAM, APEE e a maioria das associações desportivas brasileiras que lutam para permanecerem ativas e vivas.  Parabéns pelo trabalho CMI!
Croquis das Pedras, vias e boulders podem ser acessados nos sites:
http://www.cmi.org.br
http://www.triboo.com.br/
 
Apesar da chuva no final da tarde, aproveitamos a volta da viagem para passar pela maravilhosa Serra do Pico dos Marins, região de altas travessias!
 
Pegamos a estrada que sai de Itajubá, passa pela cidade de Piquete até a cidade de Lorena, chegando na via Dutra!  Uma imensidão de montanhas!!
Boa opção para quem volta em direção à Sampa pelo lindo visual, com uma parte bem esburacada na saída de Itajubá…
 
Obrigada a todos pelos bons momentos!
 
Nos vemos no festival de São Tomé das Letras!
 
Luz e paz a todos,
Janine

Mais fotos:

 Foto de Eliseu Frechou


Foto de Eliseu Frechou


Estação de Itajubá. Foto de Naoki Arima


Escaladora na Nem Fudendo Piedade Fotos Naoki Arima


Escalador na Casquinha de Ovo Fotos Naoki Arima


Escalador na Casquinha de Ovo Fotos Naoki Arima


Eliseu na Sucção de Umbigo


Eliseu na Sucção de Umbigo


Eliseu Frechou na CQC


Despedida



Boulder Novo – Foto Reinis Osis


Antonio Dr. na Seleção Natural – Foto Eliseu Frechou


Daniel, Bruna, Cristian, Tio Wander, Tadashi, Orlando e Dona Sônia


Janine Cardoso é a atual campeã brasileira de escalada e conta com o apoio da 
THE NORTH FACE e da CASA DE PEDRA!

Compartilhar

Sobre o autor

Janine Cardoso - Colunista

Janine Cardoso é a maior vencedora de campeonatos brasileiros de escalada, com 8 conquistas. Ela já participou de mundiais e também de diversas etapas de Copas do Mundo. Atualmente é atleta da The North Face.

Comments are closed.