Resgate aéreo tenso no Morro do Canal

0

O Batalhão de Operações Aéreas da polícia Militar do Paraná divulgou o vídeo de um resgate aéreo ocorrido no dia 30 de março de 2018 no Morro do Canal, Montanha próxima à região de Curitiba.

O resgate foi realizado pela equipe do helicóptero da corporação Falcão 04, em apoio ao Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST) do Corpo de Bombeiros do Paraná.

Resgate de helicóptero no morro do Canal.

As missões de salvamento na Serra do Mar são bastante complexas e envolvem muito planejamento, precisão e trabalho em Equipe. O ambiente hostil e as condições climáticas desfavoráveis sempre elevam a tensão nas operações. No caso divulgado ontem, é fácil perceber que o tempo fechado dificultou muito a aproximação do helicóptero, o que com certeza exigiu muita perícia da equipe!

Neste caso, a vítima foi uma mulher de 39 anos, que teve uma lesão em membro inferior durante a trilha e, com graves dificuldades de locomoção, precisou ser removida. Ela foi transportada pela aeronave Falcão 04 até o aeroporto do Bacacheri, onde foi atendida e encaminhada pelo SIATE do 7ºGB.

Confira o vídeo:

Morro do Canal

O Morro do Canal  é a primeira montanha, no lado do Planalto da Serra do Marumbi, e está localizado no município de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, e seu cume está a 1.369 metros acima do nível do Mar.

Atualmente ele faz parte do Parque Estadual do Marumbi após a recente expansão desta unidade de Conservação. Na prática, no entanto, a montanha está situada dentro de uma propriedade particular, onde o dono, Sr. Zezinho permite a passagem de montanhistas sem problemas.

O Canal é uma das montanhas mais fáceis da Serra do Mar em termos montanhísticos. Suas trilhas são bem sinalizadas, sendo praticamente urbanas de tanta intervenção de melhorias que recebeu.

EQUIPAMENTOS E CURSOS

Não é difícil ocorrer acidentes nas montanhas, e muitos deles acontecem devido à falta de equipamentos básicos para quem procura escalar ou caminhar na Serra do Mar.

Isso inclui botas e tênis com características próprias para a prática do trekking em montanha, que evitam escorregões, torções e etc. Mochilas com sistema próprio para montanhismo, entre eles a barrigueira e a fita peitoral evitam desequilíbrio e quedas. Bastões de caminhada ajudam no equilíbrio e na resistência em longas jornadas. Até mesmo uma simples meia para trekking, quando confeccionada para esse fim, pode evitar sérios problemas com bolhas, que em muitos caso, chega a virar caso de resgate, em virtude dos ferimentos causados e da possibilidade de prosseguir devido à dor!

Caso queira praticar essas atividades, vale a pena um mínimo de investimento, que trarão segurança e conforto.

COSMO

A região do Parque Estadual do Marumbi, incluindo o Morro do Canal, possui uma das melhores equipes de resgate em montanha da América do Sul, o COSMO – Corpo de Socorro em Montanha, que entretanto vem sendo muito pouco acionada para resgates como o de ontem, onde a vítima poderia ter descido em maca evitando colocar em risco a vida dos Policiais, risco esse que sempre envolve um resgate desse nível. Além, é claro, do custo que o uso desse equipamento possui.

Sobre esse assunto, foi consultado o Batalhão de Operações Aéreas da PMPR, que informou que a equipe procedeu com toda a análise de risco que a vítima possuía, o que inclui tempo de exposição e o risco de ter o quadro agravado por desidratação, hipotermia, picadas de animais peçonhentos e etc.Inclusive é avaliado se existem outros resgatem em andamento que tenham prioridade sobre o uso do equipamento.

A BOAPM-PR também informou o Tripulante Operacional avaliou que a vitima poderia ser conduzida até a aeronave, dispensando o uso da maca, pela condição apresentada por aquela e que isso não representaria um risco maior à vítima.

Segundo a corporação, “…lesões graves não implicam necessariamente em transporte por maca, visto que a análise do risco indica que operações com carga externa são a última opção”.

Em tempo, vale sempre ressaltar a perícia de nossos policiais e bombeiros da Polícia Militar do Paraná, que arriscam a vida em prol da saúde de montanhistas, escaladores e trilheiros que se embrenham pelas montanhas da Serra do Paraná. 

 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário