Circuito Huayhuash: Mirador 3 lagunas e o Passo Siula

0

Relato por: Renan Schuller e Vanessa Laura Franz

Confira o post anterior sobre esta aventura, clicando aqui!

Segunda, 13 de agosto de 2018.

Laguna de Carhuacocha 4100 m -> Passo de Siula 4850 m -> Acampamento Huayhuash 4350 m

Caminhada de 7 a 8 Horas.

No terceiro dia, acordamos cedo novamente e saboreamos o tradicional café da manhã que desta vez foi fora da “carpa comedouro” (barraca de alimentação) admirando a bela paisagem.

O visual era tão mágico que não tínhamos vontade de sair dali. Porém, os guias nos apressaram e as 6 am já estávamos caminhando pela grossa geada que a madrugada fria deixou.

Renan e Ambrósio, o cozinheiro de montanha

Foi lindo ver o sol saindo durante o caminho, derretendo todo o gelo que se formou a noite. E junto ao grupo, seguimos contornando pelo outro lado da Laguna e entramos no Vale Gangrajanca, literalmente no sopé destas montanhas.


Imponentes montanhas de Huayhuash

A subida se dá por uma encosta ingrime até o mirador das 3 lagunas e segue até Passo Siulá (4820m). Fizemos um ataque ao mirante laguna Siulacocha antes de começar na subida forte.


Viver este trekking é se sentir morando em um paraíso natural.

Chegamos a um dos mirantes mais belos do trajeto, onde se avista do alto as 3 lagunas pelas quais passamos. São elas: Gangrajanca, Siula e Quesillococha e os nevados da cordilheira: Jirishanca Chico, Jirishanca Grande, Yerupajá Chico, Touro, Yerupajá Grande, Siulá e Carnicero.

Simplesmente espetacular o visual nesta parte do caminho, Huayhuash e toda a sua grandiosidade de montanhas e lagunas de tirar o fôlego!

Mirante 3 lagunas – Apaixonante!

Contam os guias que acontecem muitas mortes de escaladores e aventureiros que tentam os cumes destes nevados. Diversas vezes no caminho passamos por cruzes que ficam de memória aos que ali padeceram.

Picos nevados ultrapassam os 6.000m em Huayhuash

Avistamos as montanhas cobertas de neve como o cerro Trapézio, Puscanturpas, Millpo e a Cordilheira Raura e Condores planando no alto das montanhas.

Alto do Passo Siula 4.850m

Chegamos ao Passo Siula ao meio dia, com sentimento de gratidão e dever cumprido. Sabíamos que após cruzar o passo, deixaríamos toda a bela paisagem para traz. Então sentamos e ficamos admirando tudo lá do alto, antes de descer e procurar um lugar para o “Almuerzo”.

Parada para delicioso almoço, servido pelos guias a mais de 4.500m, de tirar o folêgo!

Após o almoço seguimos descendo pelo vale e antes das 15h já estávamos no acampamento Huayhuash (4351m).


Acampamento Huayhuash

Foram cerca de 900m de aclive nesse dia, mas que não foram suficientes para nos cansar, pois resolvemos sair para subir um mirante 300m acima do acampamento.

Nos sentíamos plenamente adaptados a altitude e não foi difícil chega ao mirante. Na chegada, começou a nevar. E podíamos visualizar que no acampamento estava chovendo. O final de tarde foi chegando e começamos a descer.

Chegamos exatamente na hora que foi servido o jantar!


Mirante acampamento Huyahuash

Leia o próximo dia desta aventura:

Circuito Huayhuash: Relaxando nas montanhas e águas termais

Compartilhar

Sobre o autor

Vanessa Franz

Guia de Turismo credenciada pelo Mtur,24 anos, natural de Blumenau/SC. Estudante de Educação Física, amo os esportes outdoor. Atualmente guio no Norte da Serra Geral em Alfredo Wagner, região e também pelo Circuito Huayhuash no Peru! Pratico trekking, mountain bike,corrida, caiaque e canionismo. Sou idealizadora dos projetos Casal na Montanha e Trekking por Elas! À 4 anos que estou na atividade e essa minha paixão pela natureza só tem aumentado a cada dia!

Deixe seu comentário