Cume no Ojos del Salado de bicicleta

0

Escalar montanhas de altitude nunca é uma tarefa simples, pois a caminhada e a aclimatação já exigem um bom preparo físico e experiência. Além disso, também existem os trechos técnicos em que é necessário conhecimento e coragem. Agora adicione uma bicicleta a tudo isso.

Montanhistas no cume do Ojos del Salado com suas bicicletas

Essa foi a aventura vivida por um grupo de cinco montanhistas. Eles escalaram o Ojos Del Salado com suas bicicletas. Depois de oito dias no Puna do Atacama eles conseguiram pisar na cume, entre eles um suíço de 59 anos. Durante a maior parte da subida, cada montanhista precisou carregar sua bicicleta acoplada em mochilas cargueiras, inclusive nos trechos técnicos com corda fixa. Devido ao tipo de terreno e a quantidade de blocos de rocha eles puderam praticar o Mountain Bike apenas em alguns trechos da descida.

Caminhada de ataque ao cume.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário