Jovem é resgatada no Marumbi e passa bem

0

Jovem de 15 anos se acidentou na trilha frontal do Olimpo, montanha do Conjunto do Marumbi no Paraná e precisou ser evacuada em helicóptero em 17/11.

Equipe removendo vítima já na base da montanha.

De acordo com informações da rádio CBN, a jovem fazia parte de um grupo de 40 pessoas. Ela teria caído de uma altura de 6 metros na parte alta da trilha que leva até o cume do Olimpo, uma das principais atrações do Parque Estadual do Marumbi.

Bombeiros passaram a noite apoiando a vítima.

Voluntários do COSMO, Corpo de Socorro da Montanha, fizeram o primeiro atendimento, estabilizaram a vítima e a abrigaram do frio até a chegada dos brigadistas do GOST, o Grupo de Operações de Socorro Tático. Estes avaliaram que seria muito arriscado descer a vítima pela trilha, uma vez que a mesma não tinha condições de caminhar e o tempo de descida por maca seria maior do que a espera pelo helicóptero. Devido o tempo fechado que impediu o sobrevoo da aeronave, a jovem, os bombeiros e alguns voluntários precisaram passar a noite na montanha.

Após o tempo abrir, adolescente é retirada da montanha com aeronave.

Na manhã do dia seguinte, após melhora nas condições meteorológicas, a aeronave do BPMOA realizou a remoção da vítima, encaminhando-a ao Hospital do Trabalhador em Curitiba, onde foi constatada fratura na região da bacia e uma contusão no ombro. A jovem encontra-se estável e sem riscos de lesões maiores.

Confira os vídeos com o trabalho dos socorristas:

 

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário