SpaceX planeja enviar montanhista a Marte

0

A empresa norte-americana SpaceX planeja levar um montanhista para escalar a maior montanha do sistema solar, localizada em Marte.

O monte Olimpo é um vulcão adormecido, localizado em sua região equatorial, mais especificamente no planalto de Tharsis. Ele é o mais alto vulcão do Sistema Solar, onde cálculos estimam que ele erga-se a 21,9 km acima do nível médio da superfície marciana, sendo três vezes mais alto que o Monte Everest.

O Monte Olimpo foi descoberto pela sonda espacial Mariner 9 da NASA em 1971, embora já fosse do conhecimento de astrônomos desde o século XIX. Tem um declive suave, o que faz sua base ser vinte vezes maior que a altura.

Visão do Monte Olimpos em Marte

Nave pronta já em 2019

O CEO da SpaceX, Elon Musk, aproveitou o festival de música, cinema e tecnologia South by Southwest (SXSW) para anunciar que a nave espacial que levará os humanos para colonizar Marte estará pronta em 2019.

O executivo revelou, em setembro de 2016, o seu plano de levar pessoas para Marte: “Queremos ter certeza de que existe uma semente em algum outro lugar para fomentarmos o espírito aventureiro”, afirmou Musk durante o SXSW. O objetivo final de Musk é conseguir levar, pelo menos, 1 milhão de pessoas para o planeta vermelho. O montanhista que irá escalar o Monte Olimpo deve ser o primeiro! A expedição está programada para ocorrer até 2022.

Comparativo do Everest X Monte Olimpos

Brasileiro é um dos mais fortes candidatos

O monte Olimpo, que obviamente nunca foi escalado, está despertando a curiosidade dos maiores aventureiros do mundo, que planejam escrever seu nome na história marciana.

A empresa já está coletando indicações de alpinistas e um dos nomes mais fortes lembrado foi do montanhista brasileiro Pedro Hauck. Ele foi indicado principalmente por ser um dos montanhistas com muitas ascensões em montanhas andinas centrais, na região da Puna do Atacama, que lembra muito a região marciana.

Pedro é conhecido por sua habilidade não apenas como montanhista, mas também como mecânico, geógrafo e piloto 4×4, atividades importantíssimas para quem deseja participar dessa aventura. Vale lembrar que Hauck teve participação decisiva na expedição que, junto ao montanhista argentino Maximo Kausch, Javani Blume e a cientista britânica Suzie Imber, culminaram com a conquista do Vulcão Parofes, a mais alta montanha andina descoberta nos tempos recentes. Este projeto foi inclusive apoiado pela Mount Everest Foundation. Confira as informações no link: http://publications.americanalpineclub.org/articles/13201213783/Mt-Parofes-and-Other-Volcano-Ascents

Viagem só de ida

Monte Olimpo visto do espaço

Uma particularidade do projeto é que, por enquanto, não haverá viagem de volta, impossível do ponto de vista técnico, explicou o empresário.

O custo total da viagem está avaliado em 6 bilhões de dólares, mais de duas vezes os 2,5 bilhões da missão do robô americano Curiosity, que pousou em Marte para investigar se o entorno do planeta foi propício à vida microbiana no passado.

Para ajudar nos custos, a empresa planeja transformar a escalada do Monte Olimpo na maior atração do planeta, e já informou que desde a seleção de astronautas montanhistas, a vida diária em Marte e a viagem de sete meses serão material para programas de televisão destinados a financiar a aventura.

A escalada também só será possível graças a invenção da lendária sapatilha magnética, desenvolvida ano passado na Alemanha.

Os amigos, sócios e familiares torcem muito para que o Pedro Hauck seja o escolhido para essa importante conquista da humanidade!

Confira a lista dos indicados:

Clique aqui para conferir a lista dos indicados!

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário