Brittany Goris encadena via de escalada tradicional graduada em 10c

0

A escaladora norte-americana, Brittany Goris, encadenou a Via East Coast Fist Bump em Sedona, Arizona, EUA no último dia 07/01. A linha de escalada tradicional é graduada em 5.14a o equivalente ao 10c na graduação brasileira. Esta foi a primeira ascensão feminina da via, em inglês First Female Ascent (FFA). Com esse feito, Brittany entra para o seleto grupo de mulheres a escalar esse grau na modalidade de escalada tradicional.

Brittany escalando a First Bump. Foto: Erik Anderson.

Brittany começou a trabalhar nessa linha durante esse inverno (hemisfério norte) utilizando um top rope, ou seja quando a corda vem de cima para proteger as quedas. Ela “isolou” todos os movimentos dessa forma, mas decidiu não liga-los, para poder tentar a cadena utilizando os equipamentos de escalada tradicional. Em sua primeira investida guiando e colocando as peças móveis de proteção, a escaladora conseguiu seu objetivo. “Eu adoro definir metas e sempre estabeleço metas de curto, longo prazo e sonhos malucos. 5,14 trad era um sonho louco ”, disse ela em uma entrevista.

Todavia, com sua experiência em outras vias de 5.13+, ela sabia que o seu sonho louco era possível. “Seria apenas tomar o caminho certo, a inspiração certa, para se comprometer a trabalhar nisso”, revelou. Brittany começou na escalada tradicional quando viu uma amigo “mandar” a First Bump. Ela conta que se inspirou com a forma como seu amigo se divertia com essa via. Desde então, ela encadeou diversas vias incluindo as primeiras subidas femininas de City Park  (5.13d) e Stingray (5.13d).

Com a cadena de Brittany, a lista de escaladores que chegaram a esse grau chega ao nono nome. Ao lado dela estão Lynn Hill, Beth Rodden , Barbara Zangerl , Heather Weidner , Nadine Wallner , Maddy Cope , Molly Mitchell e Hazel Findlay. “Apenas algumas mulheres no mundo já fizeram isso, e desde que comecei a me esforçar como uma alpinista tradicional, fantasiei em ter meu nome nessa lista” contou Brittany em seu instagram.

A escaladora em seu sonho louco de 5.14.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário