Marcha de protesto em Portugal

0

Foi no Sábado passado, dia 12 de Dezembro, a Marcha de Protesto contra a portaria 1245/09 que obriga ao pagamento de uma taxa de 200 Euros, somente para que o interessado possa ter seu pedido de ingresso aos parques naturais autorizado ou não.


Por volta da dez da manhã, após encontro no Arco da Porta Nova em Braga, realizou-se a acção de protesto contra a portaria 1245/2009 que, na prática, obriga ao pagamento de uma taxa avultada (valor minimo de 200 euros), só para se obter um parecer ao pedido de autorização para a realização de uma qualquer actividade que se deseje levar a cabo nos parques naturais deste país.

A lei serve para TODOS: empresas, clubes ou particulares.

Apesar da aplicação dessa lei ter sido revogada por um periodo de 90 dias, o Ministério do Ambiente Português afirma que a portaria é para rever mas as taxas são para manter?!

Como é evidente, trata-se de um absurdo sem precedentes!

Trata-se, no fundo, da privacidade de uma liberdade simples e clara, a de livre circulação nos territórios nacionais potugueses.

A manifestação teve uma participação de cerca de 150 pessoas, na sua maioria, pertencentes a clubes ou individuais. Mas, poderiam ter sido muitos mais.

Foi com muita pena que notámos a fraca presença de escaladores nesta iniciativa.

De parabéns estão os organizadores deste protesto, os bloguistas dos Carris, Bordejar e Alma de Montanhista.

Parabéns e continuem a acreditar no sonho!

Paulo Roxo e Daniela Teixeira

Compartilhar

Sobre o autor

Daniela e Paulo - Colunistas

Daniela Teixeira e Paulo Roxo é uma dupla portuguesa que pratica escalada (rocha, gelo e mista) e alpinismo. O que mais gostam? Explorar, abrir vias! A Daniela tem cerca de 10 anos de experiência nestas andanças e o Paulo cerca de 25. A sua melhor aventura juntos foi em 2010, onde na cordilheira de Garhwal (India - Himalaias), abriram uma via nova em estilo alpino puro na face norte da montanha Ekdante (6100m) e escalaram uma montanha virgem que nomearam de Kartik (5115m), também em estilo alpino puro. Daniela foi a primeira e única portuguesa a escalar um 8000 (Cho Oyu). O Paulo é o português com mais vias abertas (mais de 600 vias abertas, entre rocha, gelo e mistas). Daniela é geóloga e Paulo faz trabalhos verticais. Eles compartilham suas experiências do velho mundo e dos Himalaias no AltaMontanha.com desde 2008. Ambos também editam o blog Rocha Podre, Pedra Dura (rppd.blogspot.com.br)

Comments are closed.