Montanhista Francês falece acima dos 8 mil metros no Makalu

0

Um montanhista francês de 60 anos faleceu no Makalu (8485m), em 12/05. Ele estava a 8.120 metros de altitude quando foi a óbito. Está é a segunda morte dessa montanha nessa temporada.

Segundo informações, ele estava a 8350 metros, a caminho do cume quando se sentiu mal e reclamou ao guia. Imediatamente, Jangbu Sherpa, começou a baixar o montanhista francês, mas infelizmente ele não conseguiu chegar à base da montanha.

Makalu visto desde o Mera Peak. Foto: Sergey Pashko

A vítima foi identificada como Johnny Saliba. Ele pertencia a um grupo de 10 montanhistas e aparentemente possui boas condições de saúde. No entanto, segundo o relato do montanhista espanhol Gonzalo Fernandez em suas redes sociais, o clima não estava bom. “Chegamos ao acampamento 3 a 7.500 m, mas a janela meteorológica nunca se abriu. Nevou sem parar e o vento soprava forte”, escreveu.

A causa da morte de Saliba não foi divulgada. E seu corpo será evacuado da montanha por uma equipe de resgate.

Em 07/05, Lakpa Tenji Sherpa de 53 anos, que trabalhava em uma expedição na montanha, também morreu. Ele estava descendo do cume e aparentemente sofreu uma complicação do mal de altitude.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário