Agência oferece expedição em montanhas com ruínas incas nos Andes

0

Agência GenteDeMontanha está com novo roteiro para escalar o Llullaillaco e Quewar, montanhas argentinas acima de 6 mil metros que têm ruínas incas em seus cumes e vertentes.

:: Veja Mais – Antes dos primeiros: O Montanhismo dos Incas

Através de pesquisas arqueológicas hoje é possível afirmar que os Incas desenvolveram uma forte cultura de escalar montanhas entre os anos de 1450 e 1530, ascendendo de forma sistemática montanhas com destaque na paisagem e beleza cênica.

Sem muitas dificuldades técnicas, as montanhas do norte argentino foram uma a uma vencidas. Passado mais de 5 séculos, apenas algumas ruínas se preservaram, muito por conta do fato de que estas montanhas são de difícil acesso, longe de grandes centros urbanos e dos holofotes.

O Lllullaillaco, sétima montanha mais alta dos Andes, com 6738 metros é o sítio arqueológico mais alto do mundo. Em seu sub cume foi encontrado em 1999 três crianças mumificadas e em perfeito estado de conservação. Pesquisas realizadas com estes corpos possibilitou que cientistas descobrissem um pouco das motivações que levaram os incas a enfrentar grandes montanhas 300 anos antes dos primeiros europeus começarem a galgar os principais picos dos Alpes.

Sabe-se hoje que estas motivações eram religiosas e que para escalar estas montanhas era preparado uma grande estrutura e muito destas estruturas ainda estão na montanha em forma de ruínas. No Llullaillaco são diversos abrigos e muros de pedras e no Quewar, montanha de 6150 metros há uma grande construção com escadas onde na década de 1970 foi retirada uma múmia.

A impressionante ruína inca no cume do Quewar.

Hoje as múmias do Llullaillaco estão preservadas no Museu de Arqueologia de AltaMontanha na cidade de Salta, onde o roteiro começa. A expedição terá a liderança de Pedro Hauck, geógrafo e montanhista que tem ampla experiência em escaladas nos Andes. “Será uma expedição onde aventura, história e cultura se misturará” – explica. “Nosso objetivo é esportivo, ou seja, ascender as montanhas, no entanto cruzaremos por muitas ruínas incaicas  que despertarão nossa curiosidade sobre a história de antigas civilizações e também sobre a história do montanhismo”.

Será a primeira vez que uma empresa brasileira oferece a escalada do Llullaillaco e Quewar. Na aclimatação, que é o processo de preparação do corpo para se adaptar à grandes altitudes, ainda será escalado o Vulcão Tuzgle e o San Gerónimo, montanhas de 5500 metros e 4900 respectivamente. Desta forma, o roteiro será de grande valia para pessoas que buscam ampliar suas experiências em ascensões em alta montanha.

SERVIÇO:

Expedição montanhas dos Incas: Llullaillaco e Quewar

Quando? De 09/03/2020 a 26/03/2020

Onde? Província de Salta, norte da Argentina

Quanto? USS 5800,00

Como participar? Acesso o site GenteDeMontanha e clique em quero participar!

 

 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário