Circuito Huayhuash

0

Relato por: Renan Schuller e Vanessa Laura Franz

No dia 11 de agosto de 2018, o principal objetivo da nossa viagem ao Peru, a tão sonhada travessia da Cordilheira de Huayhuash se iniciou. Um longo percurso de trekking contornando uma cordilheiras de montanhas impressionantes que são cenários de filmes e ousadas expedições de alta montanha.

O LUGAR

Quando falamos em Peru, a grande maioria pensa em Machu Picchu, trilha inca. Não! Nós montanhistas queremos mesmo é ir para Huaraz, templo do montanhismo peruano e se aventurar nas belas e “pouco conhecidas” montanhas desta região ao norte do Peru.

Ficando assim, distantes da grande massa de turistas que buscam as ruínas incas e mais perto de verdadeiros guias de montanha, trekkers e montanhistas de todo o mundo, e sem dúvida, viver um dos mais belos trekkings dos PLANETA!

Este é o local para uma viagem genuína, marcante e inesquecível. Certeza de uma grande aventura na meca do montanhismo de altitude da América latina!

Bienvenido al mejor trekking del mundo

“Bienvenido al mejor trekking del mundo”

Estamos falando de Huayhuash, que é considerado um dos mais belos trekkings do mundo. Esta cordilheira tem a maior concentração de montanhas nevadas acima de 5.400m de altitude. São vários picos nevados muito próximos um do outro, isso é sensacional!

Está localizada na região norte dos Andes Peruanos, cerca de 50 km ao sul da Cordilheira Branca e 200 km ao norte de Lima. Não é uma cordilheira muito extensa. De leste a oeste tem cerca de 25/30 km e de norte a sul cerca de 15/20 km, mas, que dentro abriga uma série de montanhas e lagoas espetaculares.

Sua altura máxima está no nevado Yerupajá, que com seus 6.617m, é a segunda montanha mais alta do Peru, o primeiro é Huascarán com 6.768m e está próximo da Cordilheira Branca.

A Cordilheira Huayhuash está entre três regiões (estados): Lima, Huanuco e Ancash. Neste último distrito está Huaraz, cidade que respira montanhismo, geralmente é o ponto de partida, cidade base escolhida pelos montanhistas.Da capital Lima à Huaraz são pouco mais de 400 km de viajem, cerca de 9 horas de ônibus ou 1 hora de avião.

O TRAJETO

O “Circuito Clássico“, do Huayhuash Mountain Trekking, faz uma rota circular em torno da cordilheira (geralmente no sentido horário), iniciando no acampamento Cuartelhuain e terminando após 130km, no pueblo de Llamac.

A rota completa com pontos de camping

A rota completa com pontos de camping

Nesta travessia os maiores desafios são os passos ( local de transposição de uma montanha, com subidas ingrimes ), porém, os mirantes com vista para lagunas e os nevados nos faziam esquecer do cansaço e querer caminhar mais e mais para conhecer cada mirante desta magnifica região.

Além dos guias locais contávamos com a importante ajuda dos arrieiros, que levavam em mulas todo o equipamento de camping e alimentação. Também havia um cozinheiro para o grupo que preparava todas as refeições do dia. Só tínhamos que nos preocupar em caminhar e aproveitar o máximo nossa estadia na cordilheira das altas montanhas.

Esse incrível circuito é cenário de aventuras fascinantes e ousadas no Peru. Pouco explorada por brasileiros, um lugar de luta por terras, num passado não tão distante já foi abrigo de guerrilheiros do Sendero Luminoso.

Hoje, o maior problema que afeta o meio ambiente na cordilheira dos andes, é o efeito estufa, geleiras derretem em ritmo acelerado. O local também corre o risco de ser devastado pela extração de minérios levado por mineradoras estrangeiras. Isso preocupa a população local pois dependem da água das geleiras para seu sustento e os trekkers que vem em busca de aventuras nas montanhas nevadas.

Preparação

Como forma de preparação fizemos várias caminhadas na serra catarinense e antes de iniciar a travessia no Peru, fizemos 2 hikings de aclimatação que foram muito importantes para nos acostumarmos com o clima local que é bastante diferente do nosso.

A altitude faz com que o cansaço apareça rapidamente com apenas alguns passos. Porém com uma aclimatação correta o nosso corpo se adapta rapidamente. O circuito está em uma altitude média de 4.065m até 5.370m.

A aventura continua, clique aqui para ler o primeiro dia!

Circuito Huayhuash: Chegando ao inicio do trekking – Llamac

Compartilhar

Sobre o autor

Vanessa Franz

Guia de Turismo credenciada pelo Mtur,24 anos, natural de Blumenau/SC. Estudante de Educação Física, amo os esportes outdoor. Atualmente guio no Norte da Serra Geral em Alfredo Wagner, região e também pelo Circuito Huayhuash no Peru! Pratico trekking, mountain bike,corrida, caiaque e canionismo. Sou idealizadora dos projetos Casal na Montanha e Trekking por Elas! À 4 anos que estou na atividade e essa minha paixão pela natureza só tem aumentado a cada dia!

Deixe seu comentário