Nirmal Purja escala o Cho Oyo e agora restam apenas duas montanhas para finalizar seu projeto

0

O montanhista nepalês Nirmal Purja, ex-membro das Forças Especiais do Reino Unido, subiu com sucesso o Cho Oyo, sexto pico mais alto do mundo no Tibete, completando seu 12º oito mil em apenas cinco meses.

Com ele vários guias de empresas que atuam no Himalaia chegaram ao cume: Lhakpa Ongchhu Sherpa (Himalayan Guides), Chewang Lendu Sherpa (IMG), Pasang Sherpa (IMG), Palden Namgya (Alpenglow), Nima Tenzing Sherpa(Alpenglow) and Pemba Sherpa (Climbalaya).

A escalada de Nirmal Purja estava ameaçada, pois o governo chinês havia anunciado que não iria permitir escaladas no Cho Oyo nesta temporada. Porém, eles voltaram atrás e pelo menos 37 membros da expedição, juntamente com sua equipe de apoio, obtiveram permissão da autoridade de montanhismo da China para tentar escalar a sexta montanha mais alta do mundo na temporada d

e outono. No entanto, a China já pediu às operadoras que encerrem sua expedição até 1º de outubro.

Nirmal Purja no Nanga Parbat

Segundo autoridades, Purja, que escalou 12 montanhas acima de 8.000 m em pouco mais de quatro meses, deve escalar o Monte Manaslu e Shishapangma até novembro deste ano para concluir sua terceira fase do “Projeto Possível”.

Como a China supostamente fechou o Monte Shishapangma este ano, as autoridades do governo do Nepal também estiveram fazendo lobby com o vizinho do norte para garantir a ele uma permissão de escalada o mais cedo possível. “Mas ainda não recebemos nenhuma mensagem da Associação de Montanhismo da China“, disse uma autoridade do Ministério da Cultura, Turismo e Aviação Civil do Nepal. Parece que há uma chance muito pequena de Nirmal Purja conseguir uma permissão de escalada no Monte Shishapangma este ano, segundo o funcionário.

Depois de reunir Cho Oyu, Purja irá ao Monte Manaslu em alguns dias para tentar escalar o 13º oito mil na sua lista.

Purja, que passou 16 anos no exército britânico, disse que queria estabelecer uma mudança de paradigma na percepção do potencial humano escalando todas as 14 montanhas em sete meses. Os registros atuais para essa tentativa são: Sete anos, 10 meses e seis dias pelo alpinista coreano Kim Chang-ho em 2013 e sete anos, 11 meses e 14 dias pelo alpinista polonês Jerzy Kukuczka em 1987.

O ex-soldado britânico foi o primeiro Gurkha, etnia nepalesa conhecida por suas habilidades militares, a ingressar na elite do Special Boat Service e já possui três recordes mundiais de escalada rápida em seu nome. “Durante a jornada do projeto, também participei de quatro resgates não planejados no alto Himalaia“, informou.

Quero promover a pátria dos Gurkhas entre as 8.000 m de montanhas e também promover o turismo com a campanha Visit Nepal 2020“, disse Purja, acrescentando que ele também queria retribuir e mostrar as habilidades dos alpinistas nepaleses – não apenas como apoiadores de alpinistas ocidentais, mas como brilhantes alpinistas por direito próprio.

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário