Resultados da busca: the nose (57)

Aventuras
Quase no teto da Joatinga
Por

A Ponta da Joatinga é um dos mais belos recantos caiçaras do litoral do pais, possível de ser palmilhado pela sua clássica travessia homônima. Pernada esta realizada entre a montanha e o mar. Mas esses enormes maciços apontando pro céu e forrados de verde q vigiam a travessia, será q tem alguma ligação entre si possibilitando uma nova, selvagem e legitima pernada pelo alto de serra? Movidos por essa dúvida q neste ultimo fds embarcamos numa 1ª incursão exploratória pro alto da península da forma pouco convencional e mais ortodoxa possível, isto é, mta disposição e poucas infos, alguns imprevistos e mto vara-mato, nada de guia e mto perrengue. Resultado: descobrimos q o alto da Joatinga merece tempo adicional pra exploração, q travessias são possíveis, e q chegamos involuntariamente num “pico“ acima dos mil metros q sequer nome tem, embora conste discretamente nas cartas do IBGE. Ou quem sabe até tenha.

Aventuras
CIRCUITÃO SÃO FRANCISCO XAVIER – MONTE VERDE
Por

Com um pouco de tempo, disposição e criatividade, podemos tornar passeios domésticos de um dia em aventura de final de semana . É o caso da conhecida travessia q sai do vilarejo de São Francisco Xavier e vai ate a mineira Monte Verde. Tradicionalmente feita em 10km pela “Trilha do Jorge“, antigo trilho tropeiro q fazia a ligação das fazendas das Gerais (MG) e o Vale do Paraíba (SP), pode ser perfeitamente emendada com sua variante oriental, a “Trilha Sta Cruz“, saindo (ou voltando) da fazenda homônima. Temos assim um circuitão semi-pesado p/ 2 dias, q começa e termina na pacata SF Xavier, subindo a Mantiqueira em meio à exuberante Mata Atlântica.

Aventuras
SERTÃO RADICAL NA PEDRA DA BOCA – Final
Por

Após novo sobe-desce, mergulhamos novamente em meio a blocos desmoronados, numa tal &ldquo,Caverna da Aventura&ldquo,, onde novamente somos obrigados a nos arrastar por &ldquo,quebra-corpos&ldquo, q certamente são contra-indicados p/ alguém acima do peso. Emergindo do outro lado, subimos uma rampa de granito p/ descê-la em seguida, p/ adentrarmos desta vez na &ldquo,Caverna Olho D&ldquo,Água&ldquo,. Lá, nos esgueirando feito calangos, em sucessivos sobe-desces e escalaminhadas no interior de gigantescos blocos tombados, damos numa bica cuja bem-vinda e refrescante água já ouvíramos marulhando pouco antes. Após molhar a goela e contornadas + algumas rochas, caímos noutro salão chamado de &ldquo,Gruta do Caçador&ldquo,, onde uma pequena laje totalmente plana (a &ldquo,Cama do Caçador&ldquo,?) serve de apoio meditativo, alem de mtas pics p/ animada galerinha potiguar.

Aventuras
Expedição ao Pico Sem Nome – 2
Por

Avanços – Para ganhar tempo, cheguei a fixar proteções a 20 metros umas das outras, correndo o risco de sofrer sérias quedas de até 50 metros, mas rendendo a escalada antes de uma nova tromba d´água.

Aventuras
Expedição ao Pico Sem Nome
Por

Enfurnados nas montanhas em busca de um objetivo incompreensível para muitos, carregando arduamente mochilas com até 45 kg por caminhos perigosos, com hematomas e escoriações por todo o corpo e encarando tempestade de raios a centenas de metros do solo. Saiba como foi o reveillon do casal de montanhistas e documentaristas Márcio Bortolusso e Fernanda Lupo.

Aventuras
PEDRA DO FRADE – Final
Por

Agora nos embrenhamos definitivamente na mata através de um trilho arenoso p/ depois a mesma se tornar um mix de todos os obstáculos anteriormente citados, em maior ou menor grau. Acrescido do 5º obstáculo, q se anuncia (´bzzzzzzz´) na forma de um zunido: umas enormes, malditas e irritantes butucas q insistem em seguir vc na tentativa de sugar seu precioso sangue, dependendo da cor q se veste. Isso incomoda muito, pois qq pit stop torna-se uma briga desesperadora c/ as bichinhas, picando inclusive sobre a roupa! Felizmente este obstáculo se limita apenas a este trecho.

Aventuras
PEDRA DO FRADE – Parte 1
Por

Ate pouco nada conhecia do Pico do Frade senão q era um dedo rochoso apontando p/ céu no litoral de Angra, nas escarpas do PN Bocaina, o fato de nem ser o pto máximo da região lhe vale um certo anonimato. No entanto, ao tomar conhecimento q boa parte das empreitadas a este ilustre ´desconhecido´ eram verdadeiras epopéias q nem sempre terminavam c/ sucesso, os olhares ávidos por novos desafios voltaram-se p/ ele, claro. A junção de fatores tempo bom, desnível íngreme de 1000m, alta umidade, brejos, mata atlântica densa, mosquitos e atenção redobrada nas varias bifurcações fazem do Frade um ótimo programa p/ quem se dispuser decididamente a uma caminhada árdua e selvagem, porem recompensada com alto visu da bela baia de Ilha Grande, naturalmente.

1 3 4 5 6