Polonês quebra recorde ao mergulhar em lago a 6395 metros de altitude no Ojos del Salado

0

O mergulhador polonês Marcel Korkus diz ter realizado o mergulho mais alto do mundo. O Lago estava congelado.

O Ojos del Salado, localizado na Puna do Atacama, na fronteira entre Chile e Argentina, é o vulcão mais alto do mundo e perde em altura para o Aconcágua apenas por 69 metros, tornando-se assim a segunda mais alta dos Andes. Trata-se de uma região remota com um clima extremo, onde é difícil realizar aproximações até mesmo por helicóptero.

A busca por recordes de mergulho em lagoas situadas em vulcões em grandes altitudes começou na década de 1980, com Johan Reinhard mergulhando no lago do Licancabur, vulcão na fronteira do Chile com Bolívia com 5900 metros em 1982.

Lago no Licancabur. Fonte: Wikipedia.

Nos anos 2000, foi descoberto o lago no cume do Três Cruces Norte, a 6030 metros de altitude, que motivou expedições anos mais tarde. Em 2015, uma expedição levada a cabo por Maciej Kołodziejczyk, Patryk Krzyżak, Dariusz Załuski, Jan Pentz, Zbigniew Popienia, Krzysztof Wranicz e Sebastian Ryhorowicz mergulhou 11 metros dentro deste lago, permanecendo 23 minutos dentro do lago.

Entretanto, em 2015 foi descoberto outro lago mais alto, desta vez na face leste do Ojos del Salado. O lago em questão estava numa altitude de 6382 metros e foi mergulhado pelo húngaro Ernő Tósoki no dia 21 de fevereiro de 2016.

Lagoa na cratera do Três Cruces Norte. Foto Pedro Hauck.

Novo recorde

Com uma altitude de apenas 13 mais alta, a nova lagoa, também situada no Ojos del Salado foi enfim mergulhada por Marcel Korkus no ultimo dia 13. Korkus teve o apoio de experientes montanhistas argentinos, Ulises Kusnezov, Eduardo Salas e Martin Alderete, além do apoio técnico de Jonson Reynoso, experiente motorista que atua na região.

Marcel Korkus mergulhando no Ojos del Salado.

Marcel Korkus mergulhando no Ojos del Salado.

Marcel Korkus mergulhando no Ojos del Salado.

A expedição durou 15 dias, pois Marcel Korkus precisou se aclimatar antes de tentar o mergulho, chegando até o cume do Ojos del Salado para depois se dirigir até a lagoa, que estava congelada.

O grupo usou um trado para perfurar a capa de gelo, fazendo um buraco de 1,3 metros de largura para atingir o corpo de água com media 3 graus centígrados. Com apenas 13 metros a mais de altitude, Korkus acabou por realizar o mergulho em maior altitude, estabelecendo novo recorde mundial.

 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário