Coronavírus: como ficam as montanhas e competições de escalada na Ásia este ano?

0

Há poucas semanas do inicio da temporada de escalada no Everest o mundo vive o medo das consequências de uma pandemia mundial de Coronavírus, o Covid-19. Por isso, a China esta adotando medidas severas para combater a doença. Entre elas, pode estar o fechamento do acesso pelo lado norte ao Everest, a maior montanha do mundo que fica na divisa do Tibete (controlado pela China) com o Nepal.

Escalada do Monte Everest.

De acordo com Stefan Nestler em seu blog, o governo chinês não permitirá o acesso para o Monte Everest pelo lado Tibetano nesse ano devido ao surto de Coronavírus. Entretanto, a informação ainda não foi confirmada oficialmente. Ainda assim, o governo publicou apenas uma recomendação para que os montanhistas não utilizem os aeroportos do país, mas que façam a aproximação ao Tibete por terra, passando pelo Nepal.

Nepal

Até o último boletim divulgado pela OMS, havia apenas um caso de Coronavírus confirmado no Nepal, e não há circulação do vírus no país. Assim, a entrada no Nepal continua aberta, porém o governo Nepalês também adotou medidas de segurança para prevenir a doença.  A primeira medida foi suspender temporariamente todos os postos de entrada e saída terrestres para concentrar esforços de prevenção em um único local, o aeroporto de Kathmandu.

Essa medida deve dificultar a vida dos cerca de 200 montanhistas estrangeiros que eram esperados nessa temporada para subir o Everest pelo lado norte (Tibete). Porém, para os montanhistas que pretendem escalar pela face sul ou apenas realizar um dos trekkings nas trilhas nepalesas, as chegadas pelas vias aéreas continuam sendo aceitas.

Acampamento Base do Everest, um dos principais trekkings do Nepal.

Além disso, o Nepal passou a exigir um atestado médico que garanta que o viajante não esteja infectado com o Covid-19. Essa medida vale para os turistas oriundos dos seguintes países: China, Irã, Itália, Coréia, Japão, França, Alemanha e Espanha. Para os cidadãos espanhóis eles também restringiram a liberação do visto em Kathmandu. Assim, os montanhistas vindos da Espanha devem retirar o visto de entrada na embaixada do Nepal em Madri antes da viagem.

Campeonatos de Escalada

Ontem, 12/03, o IFSC (Federação Internacional de Escalada Esportiva) decidiu adiar os campeonatos previstos para acontecer na Europa e na Ásia devido ao Coronavírus. Também foram remarcadas as disputas das Copas do Mundo de Escalada que iriam acontecer na China.

“Como vivemos em um cenário que muda todos os dias, o IFSC, seu Conselho Executivo e seus Conselhos Continentais estão fazendo todo o possível e razoável para criar ou recriar as melhores condições para que nossos atletas possam escalar em todo o mundo”, declarou o Presidente da IFSC, Marco Scolaris.

Adam Ondra no Campeonato Mundial de Escalada.

Veja quais os campeonatos serão mantidos e quais serão remarcados:

19 a 22 de março: Campeonato Africano (Cidade do Cabo, África do Sul) – MANTIDO
20 a 27 de março: Campeonato Europeu (Moscou, Rússia) – REMARCADO
28 a 29 de março: Campeonato da Oceania (Sydney, Austrália) ) – MANTIDO
3 a 4 de abril: Copa do Mundo Bouldering (Meiringen, Suíça) – ADIADO
18 a 19 de abril:  Copa do Mundo Bouldering (Wujiang, China) – REMARCADO
22 de abril: Copa do Mundo de Bouldering (Chongqing, China) – REPROGRAMADO
27 de abril a 3 de maio: Campeonato Asiático (Morioka, Japão) – REPROGRAMADO

 

 

 

 

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário