Escaladora de 12 anos encadena via de 10b na Espanha

0

Ao escalar uma linha na rocha sem cair e sem usar os equipamentos artificiais para facilitar a ascensão, um escalador encadena a via. Quanto maior o grau de dificuldade, mais difícil é conseguir esse feito. Alguns escaladores chegam a levar meses ou até anos tentando mandar um projeto. Entretanto, nesse domingo, 20/09, uma escaladora de apenas 12 anos conseguiu o feito de encadenar um 8b francês (10b no Brasil) na Espanha.

Foto da cadena em El vuelo a Ciegas – Foto: Israel Macia.

Geila Macià escalou a via El vuelo a Ciegas em Montserrat, a primeira via de 8b conquistada na Espanha em 1986. Assim ela se tornou a escaladora mais nova a chegar a essa graduação no país. Ela é filha dos escaladores Berta Martín e Israel Macià e desde muito cedo acompanha os pais em suas aventuras.

Assim, a cadena de domingo foi acompanhada pelos seus pais e seus padrinhos, após apenas três dias de tentativas. Geila disse em sua rede social que ficou muito animada com a cadena dessa via que é um clássico da escalada esportiva.

:: Leia também: Jovem escaladora brasileira de 13 anos encadena nova via de 9a

Além do seu primeiro 8b, nesse verão a pequena garotinha também encadenou Petit llangot um 8a em Terradets, l’Arribaba 8a  e a Via Paula 8a+ em Montserrat. O que equivale a dois 9c e um 10a na graduação brasileira, colocando Geila no mesmo nível de grandes atletas.

Geila na Via L’arriba mostrando toda sua garra e vontade. Foto: Israel Macia

 

 

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário