Maria Tereza Ulbrich e Luciana Moro ultrapassam os 30 cumes acima de 6K nos Andes

1

As montanhistas brasileiras Maria Tereza Ulbrich e Luciana Moro passaram a barreira dos 30 cumes com mais de seis mil metros escalados nos Andes. Em 25/03, elas escalaram o Vulcão Walther Penck no Puna do Atacama, com 6658 metros. Atualmente, ambas estão com 31 cumes em seus currículos e empatadas em 3 lugar na lista dos brasileiros com mais cumes de 6 mil metros nos Andes.

Natural de Curitiba no Paraná, Maria Tereza começou no montanhismo em 2013 quando realizou um Curso de Escalada em Rocha e se apaixonou pelo esporte. Em 2014, escalou sua primeira montanha de altitude, o Nevado Macón, com 5500m e seus dois primeiros seis mil: o Quewar de (6140 m) e o Socompa (6051m), todos na Argentina.

Ela também possui cumes de seis mil no Himalaia, como o Chulu Far East (6058) e Lobuche East (6119m), um 7 mil no Nepal (Himlung 7136m), além de outros clássicos do montanhismo, como o Mont Blanc (4810m, na França), Elbrus (5642m, na Rússia), Kilimanjaro ( 5895m, na África).

Já Luciana começou a subir montanhas e realizar pequenos trekkings pelo Brasil em 2011/2012. Gradativamente foi aumentando o tamanho dos percursos e o nível de dificuldade. Em seu currículo a montanhista possui travessias clássicas com a Transmantiqueira com 347 quilômetros de extensão, e Alpha Crucis, considerada uma das travessias mais difíceis do país.

Pedro Hauck, Maria Tereza, Tiago Korb e Luciana Moro.

Em 2017 escalou o Cerro Plata na Argentina, a sua primeira alta montanha. No mesmo ano tentou escalar o Mercedário, mas ela e seu parceiro Tiago Korb tiveram que descer após pegarem ventos muito fortes e mal tempo. Luciana conta que mesmo assim gostou da experiência e no ano seguinte ela voltou para uma temporada no Puna do Atacama, onde chegou a cume do seu primeiro seis mil metros, o Nevado San Francisco.

Nessa temporada ela escalou 12 cumes de seis mil metros sendo 11 montanhas diferentes. Em janeiro, ela ascendeu o Cerro Baboso (6070m), o Reclus (6304m), Pili (6046m), Palpana (6035m), Aucanquilcha (6176m) e San Pedro (6145m). Então ela fez uma pausa nas escaladas e retornou para o Brasil para sua formatura. Em março, retornou ao Baboso novamente e escalou mais o Cerro Vallecitos (6168m), Colorados (6080m), Medusa (6120m), Volcán del Viento (6028m) e Vulcão Walther Penck  (6658m).

Para escalar as três últimas montanhas, as equipes de Luciana e Maria Tereza se uniram, fechando a temporada da Argentina e Chile com chave de ouro e muitos brasileiros em cumes de seis mil metros.

Maria Tereza e Luciana comemorando as novas escaladas.

Maria Tereza Ulbrich

  1. Quewar (6140m),
  2. Socompa 6051m),
  3. Huayna Potosi (6088m – 3x),
  4. Vallecitos (6168m),
  5. Colorados (6080m),
  6. Antofalla (6440m),
  7. Illimani (6430m),
  8. Aconcágua (6962m),
  9. San Francisco (6018m – 4x),
  10. Ojos del Salado (6893m – 4x),
  11. Parinacota (6348m – 2x),
  12. Acotango (6052m – 2x),
  13. Barrancas Blancas (6119m),
  14. Ermitaño (6146m),
  15. Muerto (6518m),
  16. Fraile (6061m),
  17. Vicuñas (6067m – 2x),
  18. Peña Blanca (6033m – 2x),
  19. Chimborazo (6300m),
  20. Chachacomani (6074)
  21. Sajama (6542m),
  22. Palpana (6040m),
  23. Aucanquilcha (6176 m),
  24. San Pedro (6145m),
  25. San Pablo (6110m),
  26. Pili (6046m),
  27. Chopicalqui (6345m),
  28. Vulcão Solo (6200m)
  29. Medusa (6120m),
  30. Volcán del Viento (6028m)
  31. Vulcão Walther Penck (6658m).

Luciana Moro

  1. Aconcágua (6962m pela rota 360º),
  2. Ojos del Salado (6893m – 2x),
  3. Pissis (6795m),
  4. Mercedário (6720m – 2x),
  5. San Francisco (6018m – 3x),
  6. Fraile (6061m),
  7. Barrancas Blancas (6119m – 2x),
  8. Vicuñas (6067m – 2x),
  9. Peñas Blancas (6037 – 2x),
  10. Ermitaño (6146m – 2x)
  11. Nevado Famatina (6115m),
  12. Bonete Chico (6759m),
  13. Aracar (6095m),
  14. Quewar (6140m),
  15. Baboso (6070m- 2x),
  16. Reclus (6304m),
  17. Pili (6046m),
  18. Palpana (6035m),
  19. Aucanquilcha (6176m),
  20. San Pedro (6145m),
  21. Llullallaico (6752m – 2x),
  22. Antofalla (6440m),
  23. Laguna Blanca (6018m),
  24. Solo (6205 m),
  25. Copiapó (6052 m),
  26. Patos (6239 m),
  27. Vallecitos (6168m),
  28. Colorados (6080m),
  29. Medusa (6120m),
  30. Volcán del Viento (6028m)
  31. Vulcão Walther Penck (6658m).

 

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

1 comentário

  1. Daniel Iozzi Sperandelli em

    Enorme conquista de ambas, ainda mais se levar em consideração que foi em poucos anos.
    Parabéns!

Deixe seu comentário