Montanhistas relatam neve na Serra no Paraná e em Santa Catarina

1

Montanhistas que estão agora na Serra do Mar do Paraná e em Santa Catarina enviaram com exclusividade para o AltaMontanha fotos e vídeos, onde é possível ver a forte presença de neve e de chuva congelada.

Segundo o que a montanhista Andressa Zanlorenzi comentou, “a trilha está toda branca, a montanha nevada e a visão de rara beleza.”

A presença de neve nas montanhas paranaenses é bem incomum, tendo relato de ocorrência de 3 a 4 vezes por década. E presenciar esse fenômeno é realmente um privilégio para poucos.

As trilhas na região da Serra do Mar são de nível médio a difícil e é necessário estar bem preparado para enfrentar caminhadas que variam de 3 a 12 horas. Além disso, devido ao frio, é importante possuir produtos específicos para montanhismo em região de frio extremo, como Anorak, segunda pele e fleeces.

Os vídeos e fotos enviados pela Andressa e por montanhistas nas redes sociais e foram realizados na montanha Araçatuba, em Tijucas do Sul, sudeste do Paraná. Andressa nos informou que a sensação de frio é muito forte no momento e que a neve esta persistindo na montanha graças ao ar polar que está agora na região.

A maior concentração da neve é a que caiu durante a madrugada / alvorecer de hoje, porém ainda existe previsão para mais neve ao longo do dia, e cair da noite nas montanhas paranaenses.

Já em Santa Catarina, a massa de ar polar está mais presente, o que deixa o céu azul e, com isso, não há mais presença da neve.

Cume do Morro do Araçatuba ao meio dia.

Cume do Morro do Araçatuba ao meio dia. Foto Andressa Zanlorenzi.

Andressa no Morro do Araçatuba nevado.

Andressa no Morro do Araçatuba nevado.

Boneco de Neve no Araçatuba

Foto Rafael Helias / RPC / https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2020/08/21/parana-registra-flocos-de-neve-em-tijucas-do-sul-diz-somar.ghtml

A neve na região foi prevista ainda pelo AltaMontanha, confira no vídeo abaixo:

Compartilhar

Sobre o autor

Hilton Benke - Equipe AM

Hilton Benke é um dos idealizadores do AltaMontanha.com. Dono de uma personalidade muito forte, é hoje praticante assíduo do voo livre, principalmente da modalidade "hike and fly", que une o voo com o montanhismo. Como montanhista e escalador, gastou seu tempo galgando montanhas brasileiras e andinas, além de ter prestado alguns serviços como instrutor de escalada junto ao CPM. Deixá-lo feliz é fácil: só marcar um bom pernoite em um cume da Serra do Mar Paranaense, com um bom menu para o jantar e uma condição de tempo boa para que possa decolar com seu parapente dia seguinte e realizar uma das muitas travessias sobre a Serra do Mar.

1 comentário

  1. Avatar

    Andressa, bravíssimo!.. Muito obrigado pelos registrosespetacualres. Com sua licença, vão para o meu estudo. Permita-me algo, pois é inacreditável que alguns meteorologistas, principalmente do SOMAR “explicam ” o que não conhecem minimamente. Por favor, esqueça o balaio que cabe quase tudo “CHUVA CONGELADA”. Olhando os videos, suas fotos, disponíveis na rede, observa-se que o que mais teve foi neve, mas também, GRAUPEL, SLEET, CHUVA CONGELANTE e antes, vários depósitos de NEVOEIRO CONGELANTE, cujo produto é o Nevoeiro Congelado, vulgo SINCELO (frequente nas montanhas catarinenses). Houve sincelo também em outros locais do Iquiririm, desde 1300 m, Serra de Joinville, como o que principalmente ocorreu em JUL de 2013. A condição do cume, mas faltou algo, do vento no momento, mas aquela nebulosidade, é o mesmo se formando. Mas a neve foi a predominante em volume. Precisamos lembrar que nesse pais, são poucos os glaciologistas, climatologistas e muitos meteorologistas, nunca viram o que “descrevem”. Tentei, varias vezes avisar a equipe da RPC, que havia outros fenômenos e a natureza, as precipitações outono-invernais, são normalmente múltiplas, associadas, aparecem juntas e infelizmente, nossa cultura só consegue ver neve e “””Chuva Congelada””” e ainda muitos ficam em cima dos muros e não descem, e pior, opinam á distancia.. Eles, preferem a opinião de quem vende um produto, contra, nós, telespectadores, que o fazem, estudam, por paixão e me permita, conhecem, vimos varias vezes. A natureza, as precipitações invernais ( e outonais) e outras, diversas formas de gelo, são muito mais diversas que a dualidade que apareceu em todos os veículos. Possivelmente, muito de nossas montanhas da Serra do Mar, acima de 1500 m, 1600 tiveram, no minimo o Sincelo, e se alguém mais, foi destemido, como você, teremos registros.Esse, não é raro em nossa Serra do Mar e já ocorreu nas proximidades da cidade de SP em 1918 e acharam que foi “neve”. Mas agradeço, a você, ao pessoal que foi, ao Andre de Itapoá, que dormiu la´e nos enviou, (que honra!) videos, informações preciosas. Obrigado, sempre.

Deixe seu comentário