Mostra Internacional de Filmes de Montanha acontecerá de agosto a outubro

0

As montanhas são grandes fontes de inspiração para montanhistas e apaixonados por aventuras. Assim, inspirados nelas e nas vivências que elas oferecem, diretores do mundo todo criaram filmes para tentar transmitir um pouquinho da sensação de estar na montanha. Esses filmes estarão reunidos no MFM – Mostra Internacional de Filmes de Montanha, que acontecerá online entre 23 de setembro e 04 de outubro.

 

Ver essa foto no Instagram

A mostra esta em sua quarta edição e reuni filmes sobre a cultura de montanha, escalada e preservação do meio ambiente de diversos países. Assim, o objetivo é fomentar o audiovisual e a escalada através da exibição de filmes sobre o tema.  A abertura da mostra de cinema será em 23 de agosto às 19 horas com a exibição do Filme brasileiro, K2 – Tranquilão, da animação canadense, The Mountain’s Shadow e do filme polonês Ostatnia góra / The Last Mountain. Na sequencia será realizado um bate papo sobre o festival e os filmes.

Entretanto, as exibições de filmes continuam nos domingos seguintes até 04/10. Entre as obras selecionadas está o premiado filme Julietti: Uma vida nas Montanhas do projeto Montanha Para Todos, que conta a aventura da primeira cadeirante brasileira a escalar uma montanha com mais de seis mil metros. Também será exibido o filme Origens, A Grande Escalada, que mostra a saga do atleta Cesar Grosso para escalar em livre o Teto do Baú.

MFM – Mostra Internacional de Filmes de Montanha

:: Veja a programação completa aqui.

Serão apresentados nove filmes brasileiros e 17 filmes estrangeiros, totalizando 598 minutos de filme. Além dos filmes nacionais, a mostra conta com filmes da Alemanha, Polônia, Canadá, EUA, Nepal, Índia, Argentina, Áustria, França e Reino Unido.

O festival é patrocinado pela Spot Brasil, Deuter, Vitt e pelo Gente de Montanha. Todavia, para participar é preciso se inscrever no site da MFM.

 

 

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário