Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros inaugura nova travessia e setor de escalada

0

Em 10 de setembro de 2022 o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV) deu mais um passo na sua política de uso público e ampliou sua importância para o desenvolvimento do montanhismo regional, com a abertura de dois novos atrativos: a travessia São Jorge-Capela e o Setor de Escalada da Serra do Pouso Alto.

Parte da Travessia Sete Quedas dentro do PNCV – Foto: Leonardo Milano, divulgação ICMBio

Localizado no nordeste de Goiás, a 260 km de Brasília, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi criado em 1961 e é uma das principais Unidades de Conservação no bioma Cerrado. Declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO em 2001, atualmente cobre uma área de 240.611 ha que abriga espécies da fauna e flora ameaçadas de extinção, formações vegetais únicas, centenas de nascentes e cursos d’água e um rico patrimônio geológico e cultural. 

Além da conservação, o Parque também tem como objetivos a pesquisa científica, a educação ambiental e a visitação pública. Além de suas belas cachoeiras e paisagens, o PNCV também tem se destacado pelas trilhas de longo curso, como a do Sertão Zen e a Travessia das Sete Quedas, trilhas essas que podem ser consideradas uma espécie de “campo-escola”. Afinal, muitos são os que percorreram seus carreiros como uma primeira experiência de trilha com pernoite e depois passaram a buscar novas rotas e desafios nacionais e internacionais em trilhas, paredes e montanhas.

A Travessia São Jorge-Capela

Com 25 km de extensão, a nova travessia liga o povoado de São Jorge, em Alto Paraíso de Goiás, ao povoado da Capela, em Cavalcante. Esse trecho utiliza parte da Trilha das Sete Quedas, e segue por um novo traçado que incorpora também parte da trilha histórica que ligava os dois povoados. A travessia é sinalizada e pode ser percorrida em um ou dois dias e o pernoite pode ser feito no recém inaugurado camping da Boa Sorte ou no camping das Sete Quedas.

Cascata das 7 Quedas

A travessia São Jorge-Capela é parte da trilha regional Caminho dos Veadeiros, que integra a Rede Brasileira de Trilhas de Longo Curso. A implementação levou cerca de dois anos e os trabalhos foram realizados sob coordenação da gestão do PNCV com apoio do Projeto GEF Áreas Privadas, Prefeitura de Cavalcante, Associação de Amigos do Parque – AVE, brigadistas e dezenas de voluntários entre guias, montanhistas, moradores e entusiastas.

Mais detalhes e informações sobre a travessia já estão disponíveis no perfil do Wikiloc do Caminho dos Veadeiros (@caminhodosveadeiros.oficial), site do Caminho dos Veadeiros e no site do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. A compra de ingressos e a reserva da área de acampamento poderão ser realizados na bilheteria do Parque Nacional, ou de forma antecipada pela página da concessionária SociParques, seja pelo acesso do Centro de Visitantes em São Jorge, quanto pelo acesso pela comunidade da Capela.

O Setor de Escalada do Pouso Alto

Inaugurado em uma solenidade com início ao pôr do sol e com muita escalada noite adentro, o Setor do Pouso Alto está localizado a aproximadamente 13 km da cidade de Alto Paraíso de Goiás, na Serra do Pouso Alto, que também abriga o ponto culminante da região centro-oeste brasileira, com 1.676 metros de altitude.

O local abriga diversas escaladas na modalidade Boulder

Aproximação do Setor de Escalada

Com uma vista privilegiada de parte do PNCV, clima agradável e sublime beleza, o setor de escalada possui vários afloramentos rochosos de quartzito de extrema qualidade, ideais para a prática de escalada na modalidade boulder. Diversas linhas puras e clássicas oferecem uma escalada bastante técnica e alta, para todos os gostos e graus, em blocos imersos em um cerrado rupestre de beleza única, que abriga alguns dos registros mais antigos da história do planeta.

A abertura do setor é fruto de um trabalho pioneiro desenvolvido pela comunidade escaladora regional em parceria com o Caminho dos Veadeiros e com a gestão do PNCV. Dezenas de escaladores colaboraram voluntariamente durante meses em ações de monitoramento da flora, planejamento e manejo da trilha, abertura de setores e linhas, elaboração das artes das placas, planejamento e ordenamento da visitação. A essência do projeto é a parceria entre a comunidade e a gestão pública, de forma inclusiva e transparente, em prol da conservação do Cerrado.

O acesso ao setor de escalada é gratuito e não há restrição de horário, mas é necessário o preenchimento de um termo de conhecimento de risco. Maiores informações e orientações estão disponíveis na página do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e no guia de escalada elaborado pela Associação de Escaladores da Chapada dos Veadeiros (AECV) e gestão do PNCV, cuja primeira versão, em formato digital, está disponível aqui.

Compartilhar

Sobre o autor

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário