Prefeituras anunciam controle em UC após de retomada caótica as montanhas (atualizado)

2

Após grande número de visitantes nas Unidades de Conservação (UC) no último final de semana, o Instituto de Água e Terra do Paraná (IAT) em parceria as prefeituras e guardas locais, irão restringir o acesso às unidades de conservação.

Guarda Municipal prestará apoio em Quatro Barras.

Em Piraquara, a Força Verde irá trabalhar em conjunto com o posto do IAT e limitará o acesso ao Morro do Canal em 100 visitantes por dia durante o final de semana e feriado. Os Servidores da Secretaria de Meio Ambiente e do Departamento de Turismo também prestarão apoio e orientação aos montanhistas e visitantes.

Já em Quatro Barras, o IAT terá apoio da Guarda Municipal, e outros órgãos de segurança como a PM, PMA, BOPE, além da Federação Paranaense de Montanhismo para controlar o acesso ao Parque Estadual da Baitaca.  O limite estabelecido durante a pandemia é de 314 visitantes por dia no Itupava, 166 visitantes no Anhangava e 297 no Samambaia.

No último final de semana, centenas de visitantes passaram pelo Morro do Canal. Além da aglomeração também foi verificado desrespeito a natureza e a Unidade de Conservação. Sem policiamento no local, os visitantes negligenciaram as regras de proteção ao meio ambiente, carregando em suas mochilas caixas de som, grelhas, carvão, narguile, entre outras coisas. Foram registrados também acampamentos e fogueiras que são proibidos por lei nas UC.

Aglomeração no Pico do Anhangava no último final de semana.

O posto do IAT em Quatro Barras estima que houveram 1800 visitantes cadastrados. Todavia, sem o respaldo de órgãos de segurança os funcionários não conseguiram impedir a entrada dos visitantes. Na trilha houve aglomeração com música alta e muito lixo deixado para trás.

Nesse final de semana e feriado de sete de setembro, os órgãos irão realizar uma ação para inibir a entrada pelas trilhas secundárias e sem controle. No posto do IAT só serão permitidas a entrada de pessoas cadastradas. A fiscalização também pretende inibir o uso de barracas, facões, utensílios para fogueira, e outros objetos, bem como de substâncias ilícitas.

Atualização

O limite de visitantes para a UC do Pico Paraná será de 200 pessoas e apenas a entrada pelo posto do IAT está autorizada. Os visitantes e montanhistas deverão usar máscara, álcool em gel e medir a temperatura na entrada da trilha.

Além disso, de acordo com o IAT, durante o cadastro cada visitante receberá uma senha para controle. Quem furar o bloqueio e for pego pelos órgãos de segurança ou não estiver respeitando as regras de segurança contra o Covid-19 poderá ser detido e pagar multas que podem chegar a dois mil reais.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

2 Comentários

  1. Avatar

    Máscaras em ambientes abertos é maluquice. Esses tiranetes pensam que são donos do mundo e da vida das pessoas. Será preciso reagir e lutar pela nossa liberdade, ou isso nunca terá fim… Da minha saúde, cuido eu, não aceito imposições malucas do estado, sem qualquer fundamento lógico ou científico.

Deixe seu comentário