Após incidente, visitas ao Salto dos Macacos terá regras - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Evitando os acidentes

Após incidente, visitas ao Salto dos Macacos terá regras

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) estabeleceu novas regras, a partir desta quarta-feira (30), para a visitação ao Salto dos Macacos – cachoeira com 70 metros de altura utilizada como tobogã natural e localizado no Parque Estadual do Marumbi, em Morretes.

Fonte: Ag. Estadual de Notícias - Wilson Rulka

A medida se deve ao acidente ocorrido na última segunda-feira (28), quando 21 pessoas tiveram que ser resgatadas pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental, IAP e grupo COSMOS, quando ficaram ‘ilhadas’ no local devido às fortes chuvas que obstruíram as trilhas, dificultando o retorno dos turistas.

As pessoas que quiserem visitar o Salto dos Macacos terão que respeitar os horários definidos para subida e descida do morro. Só será permitida a subida até às 9 horas da manhã com retorno marcado, obrigatoriamente, para até o meio dia. Os horários independem das previsões climáticas, tendo em vista que as chuvas de verão – que dificultaram o retorno dos turistas na segunda-feira – acontecem inesperadamente. Além disso, é obrigatório o cadastro no posto do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), instalado no Parque, que serve para controlar e a entrada e a saída dos visitantes da mata, bem como a identidade de cada pessoa que está no Parque.

O gerente do Parque do Marumbi, Lothário Horst Stoltz Junior, explica que as chuvas intensas que ocorrem durante o verão, aumentam o perigo das cheias nos rios localizados no entorno do parque. “Quando chove forte, há um acúmulo de água que cai de todas as montanhas na calha do Rio Nhundiaquara. Isso forma uma cabeça d’água que pode ter até dois metros causando risco de morte para as pessoas que passam por ali”, detalha Lothário.

A orientação do gerente do Parque, que também é montanhista profissional, é para que as pessoas que vão fazer a trilha em dias nublados não subam até o topo do morro. “O ideal é subir em dias limpos e sem previsão de chuva. Em caso de chuva, as pessoas não devem atravessar o rio e sim, esperar o socorro dos bombeiros e agentes do IAP que atuam com base nos cadastros feitos na entrada do Parque”, reforça Lothário.

O presidente do IAP, Vitor Hugo Burko, explicou que a medida é para segurança dos turistas. “Todos devem estar atentos e se divertir com cautela e responsabilidade, para evitar acidentes”, disse. “Nessa época aumenta consideravelmente o número de pessoas que visitam o Parque em busca da aventura das trilhas ou para recreação nos rios e cachoeiras, todos devem ter atenção”, afirmou.

SALTO DOS MACACOS

O Salto dos Macacos é uma das regiões mais procuradas por quem gosta de fazer trilhas no Litoral paranaense. Situado na Serra do Mar, o Salto dos Macacos é uma cachoeira de 70 metros de altura rodeada de piscinas naturais.

Além disso, os visitantes podem observar do topo o Parque do Marumbi. Esse mirante é o topo de outra cachoeira com cerca de 40 metros de altura. Segundo o site da prefeitura de Morretes, são necessárias duas horas e meia em subida para chegar no local em trilha que tem dificuldade entre média e alta.

Fonte: Ag. Estadual de Notícias
Fotos: Wilson Rulka

Publicidade:


Publicidade

Publicidade