Parque Estadual do Sumidouro em perigo - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Afrouxamento na conservação

Parque Estadual do Sumidouro em perigo

Parque situado na região carstica de Belo Horizonte corre o risco de ter sua área reduzida.

Fonte:

O Parque do do Sumidouro, na região norte de Belo Horizonte MG, é resultado de uma luta pela preservação do patrimônio espeleológico, arqueológico e paisagístico que perdurou por mais de 30 anos. Atualmente ele já conta com mais de 80% de sua área regularizada, sendo portanto, de propriedade do Estado e da população. O parque foi criado com o objetivo de proteger o acervo de riquezas históricas e biológicas da região cárstica (região de cavernas).

O Sumidouro é um patrimônio histórico-natural de importância mundial. Suas cavernas são registros da existência de homens e animais pré-históricos. Foi lá que Peter Lund descobriu os registros do primeiro homem americano e a coexistência destes seres com a mega fauna extinta. Berço da arqueologia, paleontologia e espeleologia, a preservação dessa região se justifica no crescente desenvolvimento econômico e risco de ocupação desordenada do solo no Vetor Norte Metropolitano.

Está em trâmite na Assembléia de Minas o Projeto de Lei Nº 4840 de 17 de agosto de 2010 do deputado Adalclever Lopes-PMDB que reduz o parque a uma Área de Proteção Ambiental, unidade de desenvolvimento sustentável que já existe na região onde o parque está inserido. Isso poderá permitir um uso do solo que não pretegerá as paisagens da região de forma integral como ela merece.

Integrantes do projeto Manuelzão da UFMG estão elaborando um abaixo assinado contra o projeto de lei, para que este projeto de lei não seja aprovado e assim o Parque continue existindo e preservando os ecossitemas cada vez mais alterados da região.

Veja mais:


Projeto Manuelzão
Abaixo Assinado contra Projeto de Lei Nº 4840/10

Publicidade:


Publicidade

Publicidade