Diretrizes para a prática de escalada na Lapinha - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Retorno da Lapinha

Diretrizes para a prática de escalada na Lapinha

Na semana passada, um seminário em Lagoa Santa marcou o final da proibição em um dos principais locais da escalada esportiva no Brasil, a Gruta da Lapinha em Minas Gerais.

Fonte:

Após 9 anos fechado, a Lapinha finalmente será dos escaladores. A liberação, no entanto, vem com um aumento da responsabilidade dos escaladores em zelarem pelo local, que há alguns anos foi transformado numa Unidade de Conservação Estadual.

A data para abertura do local está marcada para o dia 22 de Maio, confira as regras de uso do Parque para a escalada abaixo:

Dia de funcionamento para escalada: Aos domingos
Horário de Entrada: 9:00 h às 13:00 h
Horário de Saída: até às 16:45 hs
Fluxo de funcionamento:
Estacionar o carro no estacionamento do parque = procurar os monitores para assinatura do termo de responsabilidade e risco e pegar um identificador = aproveitar o dia de escalada = deixar o parque às 16:45 = devolver o identificador

•Capacidade de carga: 40 escaladores/dia,
•Setores permitidos para a escalada e Distribuição da carga por setor: Ver mapa na entrada do Parque,
•Monitoramento: Dois monitores da AME (*E voluntários de outros Clubes e Associações vinculadas à FEMEMG) e um Condutor Ambiental do Parque,
•Pagamento de Taxa: Doação Voluntária (Inicialmente),
 ,
- REGRAS GERAIS
 , É PROIBIDO:

a) Entrada e saída do Parque por outro acesso que não a sua portaria,

b) Presença de animais domésticos no interior do Parque

c) Provocar estampidos, emitir gritos e fazer barulhos (ex: utilização de aparelhos de som)

d) Acampar, Acender fogueiras e soltar balões,

e) Jogar lixo de qualquer espécie nas trilhas e locais de escalada.

f) O porte de toda e qualquer arma branca e de fogo, inclusive atiradeiras, armadilhas,

g) Coletar plantas, flores e sementes,

h) Gravar nomes, datas ou sinais nas pedras, árvores, imóveis, placas

i) Utilizar atalhos e/ou áreas interditadas,

j) Caçar, capturar, molestar ou perseguir animais silvestres,

k) Deixar de apresentar documento que autoriza sua permanência no Parque,quando solicitado pelos agentes de Fiscalização,

l) Negar-se a identificação pessoal, quando solicitada pela Fiscalização,

m) Consumo de bebida alcoólica e de quaisquer outras substâncias consideradas entorpecentes no interior do Parque.

n) A entrada de garrafas de vidro,
 ,
- REGRAS ESPECÍFICAS

Fica proibido:

•Conquistar, equipar, alterar e re-grampear vias de escaladas sem o conhecimento da gerência do parque,
• Acesso ao topo do maciço,
•Armar redes para descanso,
•Escalar em locais e/ou vias interditadas,
•Quebrar ou cavar agarras na rocha,
•Utilizar magnésio para marcar ou indicar agarras nas vias
•Entrar em locais (ex: grutas, cavidades e matas) que não sejam abertas para visitação,
•Aglomeração de pessoas nas bases das vias ou salões,

•Observar regras gerais de visitação proposta no plano de manejo do PESU, http://www.amescalada.org.br,
•Seguir as orientações de mínimo impacto em ambientes naturais do Programa `` Pega Leve / WWF ``(http://www.pegaleve.org.br).

Fabíola Dellaretti Guimarães "
 ,

Publicidade:


Publicidade

Publicidade