Parque Estadual do Monge voltará a ter escaladas - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Fim da proibição?

Parque Estadual do Monge voltará a ter escaladas

O Parque Estadual do Monge, localizado no município da Lapa, cerca de 50 Km de Curitiba - PR, voltará a permitir a escalada em rocha em seu interior, porém com restrições.

Fonte:

O Parque do Monge abriga uma bela escarpa de arenito, onde na década de 90 foi conquistada cerca de 30 vias de escalada. Com a mudança de gestão do parque para um modelo mais rigoroso, a escalada no local foi proibida e diversas vias foram depredadas, tendo suas proteções fixas arrancadas ou entortadas.

Participando do conselho consultivo do Parque desde 2008, a Federação Paranaense de Montanhismo - FEPAM, foi ouvida e após a entrega de um minucioso estudo sobre a resistência do arenito, evolução do relevo regional e perfil do escalador brasileiro, ela foi ouvida e parte de sua demanda será atendida com a reabertura do parque no ano que vem. O Projeto Escalada no Parque do Monge foi de autoria do ex. diretor de escalada da FEPAM, Pedro Hauck e José Luiz de Liz Mendes.

Representando a FEPAM na última reunião do conselho consultivo, o montanhista e advogado Henrique Schmidlin, o Vitamina, informou que de principio serão liberadas duas vias de escalada em caráter experimental. Porém no futuro mais vias poderão ser liberadas.

Revitalização do Parque do Monge


O parque Estadual do Monge foi fechado para revitalização no ano de 2009 com a promessa de ser entregue à população no ano seguinte. O projeto objetivava remover a vegetação exótica e adequar a infra estrutura turística da Unidade de Conservação, porém passado dois anos apenas os Pinus e os Eucaliptos foram removidos.

A Gruta do Monge, que é a principal atração do município, e recebe muitos devotos e romeiros, que visitam o local para fazer pedidos e pagar promessas no local onde viveu o monge João Maria D´Agostini.

De acordo com o prefeito da Lapa, Paulo César Furiati, o fechamento do parque faz com que a cidade deixasse de receber aproximadamente 2 mil visitantes por fim de semana e perdesse de movimentar R$600 mil em sua economia. O prefeito ressalta que com a reabertura do parque aumentará o turismo.

Segundo assessoria do Iap, com informações de Abril deste ano, seriam necessários 9 meses a partir do reinicio das obras, para que o parque seja novamente entregue à população.

Veja mais:

:: Site da Fepam: Projeto escalada no Parque do Monge
:: Coluna do Pedro Hauck: Para liberar escaladas em Parques: Um exemplo!

:: Parque Estadual do Monge ficará fechado por um ano
:: Parque da Gruta do Monge continua fechado

:: Frustração na reabertura do Parque do Monge


Publicidade:


Publicidade

Publicidade