Raineri e Keppke chegam ao Brasil no próximo sábado - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Expedição Everest 2008 Sem O2 Suplementar

Raineri e Keppke chegam ao Brasil no próximo sábado

Depois de muita ansiedade por causa da chuva que “prendeu” os brasileiros em Lukla, finalmente eles chegaram a Katmandu para uma nova maratona: solucionar problemas burocráticos e arrumar as malas

Fonte:

Finalmente Rodrigo Raineri e Eduardo Keppke chegaram a Katmandu, capital do Nepal. Porém, o vôo de Lukla até Katmandu não significou o fim dos problemas e da maratona. A dupla só conseguiu voltar para o hotel para começar a arrumação das malas por volta da meia noite. O vôo para o Brasil sairá às 09h30 (hora do Nepal) desta sexta-feira (06/06). De Katmandu eles seguem para Doha (Qatar), depois Frankfurt (Alemanha) e, finalmente, desembarcarão no Aeroporto Internacional de Cumbica no sábado (07/06).

Rodrigo contou que no permit de montanha (dividido por vários montanhistas independente das nacionalidades) ele foi nomeado o chefe da expedição. Porém, durante o período em que a montanha esteve controlada pelo exército nepalês por causa da subida da tocha olímpica até o cume, um americano que fazia parte da expedição dos brasileiros, abriu uma bandeira com a mensagem Free Tibet.

O montanhista americano foi deportado e, graças ao bom relacionamento que os brasileiros haviam mantidos com os militares, o restante da expedição foi autorizada a continuar na montanha. Porém, em Katmandu, Rodrigo Raineri teve que esclarecer o incidente perante o governo nepalês.

Para complicar ainda mais a situação, a agência contratada para solucionar os problemas burocráticos extraviou o passaporte de Eduardo Keppke. Além disso, o visto dos brasileiros venceu e foram obrigados a pagar multas.

Depois de passar quase o dia todo em órgãos públicos resolvendo estas questões e com a localização do passaporte de Du Keppke, eles, finalmente, receberam uma boa notícia: as reservas no vôo de volta para o Brasil estavam OK.

Rodrigo Raineri e Eduardo Keppke atingiram o cume do Monte Everest (8.850 metros de altitude) pela Face Sul (Nepal), no dia 27 de maio, utilizando cilindros de O2 suplementares.

Ana Elisa Boscarioli, Vitor Negrete, Mozart Catão, Irivan Burda e Waldemar Niclevicz são os cinco brasileiros que já conquistaram o cume da Sagarmatha com auxílio de cilindros de oxigênio suplementares. Em 2006 Vitor Negrete chegou ao cume sem O2, pela Face Norte (Tibet), mas faleceu no Acampamento 3 (8.300 metros de altitude), durante sua descida.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade