Montanhista sem permissão é expulso do Everest - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Clandestino na montanha

Montanhista sem permissão é expulso do Everest

Um montanhista chinês foi forçado a descer do Everest à apenas algumas centenas de metros do cume da montanha por não possuir permissão de escalada. Incidente, ainda não divulgado, aconteceu na ultima temporada da montanha.

Fonte: Outside

De acordo com a revista Outside americana, um montanhista não identificado de origem chinesa foi encontrado à 7700 metros de altitude no colo norte, acampando sozinho e distante do resto das expedições que tentavam escalar a montanha. Ele foi abordado por membros da da escola de guias de montanhismo do Tibet (TMGS em inglês), que o removeram da montanha.

O clima entre os guias e o montanhista clandestino esquentou e o chinês chegou a usar seu piolet para defesa. Em minoria, o chinês clandestino acabou levando uma surra.

Toda a briga foi filmada por outros alpinistas e só agora o relato chegou à imprensa. O autor da denuncia, o montanhista Kobler Kari, afirma ter filmado o espancamento, mas diz que não relatou o incidente porque ele queria evitar acender um confronto entre TMGS e do governo chinês. Apesar da denuncia, Kober não divulgou o vídeo:

"A razão de eu fazer foi ter uma prova para que acreditem em mim. Os guias da TMGS poderiam mentir e dizer que nada aconteceu.”

Kobler diz que ele não tem certeza exatamente sobre o que aconteceu com o alpinista chinês, mas diz que ele foi embora voluntariamente à pé da montanha.

"Ele não está morto, eles bateram-lhe apenas". Afirmou.

Permissão

Apesar de ser uma das montanhas mais populares e frequentadas do mundo, com congestionamentos épicos em trechos mais complicados, o Everest tem a taxa de permissão mais cara entre as montanhas de 8 mil metros no mundo.

As permissões mais baratas na montanha custam cerca de 25 mil dólares e não é incomum um pacote de serviços custarem 70 mil.

 

 

 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade